Final Fantasy 12 corre a 60fps na Xbox One X - mas existe contra-partida?

Analisamos ainda o jogo na Switch.

Lançado originalmente na PS2, Final Fantasy 12 é uma obra-prima no design de um JRPG que continua lindo nos remasters para actuais consolas. Já vimos FF12: The Zodiac Age para PC, PS4 e Pro - com altas resoluções e efeitos melhorados em todas. Mas agora existem duas novas versões do clássico com novidades. FF12 está disponível na Switch e recebeu uma versão Xbox One X que permite jogá-lo a 60fps numa consola. FF12 portátil ou a 60fps - qual a melhor forma de jogar? Como se comparam as versões PS4?

Este não é o primeiro remaster de Final Fantasy na Xbox One e Switch após versões PS4 bem conseguidas. O remaster de Final Fantasy 10 da Virtuos Studios foi lançado há algumas semanas atrás e vale bem a pena. Ainda corre a 30fps em todas as plataformas, mas corre a 1080p na Xbox One e na Switch na dock (desce para 720p em modo portátil) e na Xbox One X corre a 4K nativa. A qualidade e filtro de texturas e a oclusão ambiental variam, mas é um trabalho consistente. No entanto, os novos remasters de FF12 apresentam algumas diferenças.

Em termos da tecnologia, a Virtuos não apresenta melhorias meramente visuais, existem melhorias no gameplay. As versões Xbox One e Switch permitem aos jogadores mudar de Job a meio do jogo e até estabelecer três pré-definições Gambit por personagem, sendo ainda possível manter os itens numa sessão New Game+.

Todas as melhorias Zodiac Age vistas na PS4 - incluindo melhor filtro de texturas e melhoria nos assets originais, também estão aqui. As melhorias na iluminação e reflexos permanecem e o jogo inclui a opção de velocidade x2 e x4. Além disso, existe dual áudio e três versões da banda sonora. Pensa nestas versões como o Zodiac Age melhorado, de momento, a versão PS4 não recebeu estas novidades.

Tudo o que precisas saber de FF10 na Switch e Xbox One - juntamente com um olhar aos remasters de FF10.

Baseado no que jogamos, a versão Switch poderá tornar-se na minha escolhida para revisitar este clássico. Não é a versão tecnologicamente mais avançada, usa conversão dinâmica de resolução e o alvo é 864p na dock, descendo para 576p em modo portátil. No entanto, a imagem permanece nítida e bem apresentada, devido à anti-aliasing pós-processamento e à possibilidade de o jogar em modo portátil.

Ocupa 12GB na Switch e 26GB na Xbox One e como tal, existem cortes na qualidade de texturas nos objectos e edifícios e uma ligeira mudança na fidelidade do áudio. No entanto, os cortes são limitados e até à distância de renderização dos objectos é a mesma que tens na Xbox. Basicamente, é um grande remaster que funciona muito bem enquanto experiência caseira e mobile.

As versões PS4 e Xbox One correm a 1080p nativa com um alvo de 30fps, mas são as diferenças apresentadas pelas consolas mais poderosas que intrigam. se a tua Pro estiver a correr no modo 1080p, corre a resolução nativa e passa para 1440p se jogares num ecrã 4K. O super-sampling da consola pode contornar isto, mas o efeito será uma conversão dupla - 1440p para 2160p que desce para 1080p. A Xbox One X? Esta é a grande surpresa aqui - apesar de promover uma cristalina 4K, corre a 1080p nativa. Isto é uma desvantagem para uma consola promovida pelas suas credenciais 4K. No entanto, tens 60 fotogramas por segundo, o dobro do que encontrarás em qualquer outra consola.

PlayStation 4 ProXbox One XXbox OneSwitch DockedSwitch Portable
Qual a versão com melhor aspecto? A PS4 Pro consegue a resolução nativa mais alta, 2560x1440, enquanto a Xbox One X corre a 1920x1080 - o mesmo que na Xbox One. Na dock, a Switch corre a 1536x864, descendo para 1024x576 em modo portátil.
PlayStation 4 ProXbox One XXbox OneSwitch DockedSwitch Portable
Um dos compromissos na Switch é o filtro de texturas de inferior qualidade.
Xbox One XXbox OneSwitch DockedSwitch Portable
Surpreendentemente, a distância para surgir e desaparecer objectos é a mesma.
Xbox One XXbox OneSwitch DockedSwitch Portable
Final Fantasy 10 corre a 3840x2160 na Xbox One X e na Switc encontrarás 1920x1080 na dock, o mesmo que na Xbox One.

Existem duas formas de encarar isto. Com a excepção de ajustes na qualidade da oclusão ambienta, a versão Xbox One X renderiza basicamente a mesma imagem que tens na Xbox One e PlayStation 4. Além disso, a apresentação 1440p30 da PS4 Pro oferece uma perceptível melhoria na qualidade de imagem. A Xbox One X foi pensada para quadruplicar o número de pixeis sobre a Xbox One original e é muito provável que consiga uma apresentação 4K nativa a 30fps.

No entanto, pelo outro lado, a versão X é a única que oferece 60fps e, apesar deste não ser um jogo de combate rápido cuja acção beneficie imenso em termos de gameplay com uma menor latência, é uma grande diferença para as versões normais. O jogo fica muito mais fluído e melhor, especialmente ao explorar os seus belos mundos 3D.

Oferecer a capacidade de jogar FF12 a 60fps é um grande argumento e que destaca a versão Xbox One X, mas olhando para Final Fantasy 10 e o quão belo esse remaster fica a 2160p, fiquei surpreendido ao ver que a Virtuos não oferece a opção entre qualidade e performance nesta versão Xbox One X.

Os remasters de Final Fantasy 10 e FF12 remasters merecem estar na tua colecção seja na PlayStation ou na Xbox, mas é satisfatório desfrutar destes jogos na Switch, onde os cortes são mínimos e a opção de jogar em modo portátil adiciona outra dimensão. Anos depois dos lançamentos originais, estes jogos permanecem JRPGs excelentes e os remasters estão bons em todas as plataformas.

Publicidade

Salta para os comentários (47)

Sobre o Autor

Thomas Morgan

Thomas Morgan

Senior Staff Writer, Digital Foundry

32-bit era nostalgic and gadget enthusiast Tom has been writing for Eurogamer and Digital Foundry since 2011. His favourite games include Gitaroo Man, F-Zero GX and StarCraft 2.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (47)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários