Frente-a-frente: Red Dead Redemption

Duelo final.

Xbox 360 PlayStation 3
Tamanho do disco 6.7GB 7.67GB
Instalação 6.7GB (opcional) 515MB (obrigatória)
Surround Support Dolby Digital Dolby Digital, 5.1LPCM

Com a chegada de Red Dead Redemption vemos a Rockstar novamente de regresso à realidade dos grandes sucessos de grande orçamento. Alcançou o primeiro lugar no Reino Unido, e foi aclamado na nossa análise. Tal como o lendário Grand Theft Auto IV, esta recente oferta trata-se de oferecer um imenso e completamente realizado mundo, apoiado pelas grandes quantidades de "conteúdos" e um argumento de qualidade, bem conseguido.

Leitores habituais desta secção sabem que o GTA IV original mostrou claras vantagens de desempenho na versão da Xbox 360. Será que o mesmo é verdade para aquele que muitos consideram a sua sequela espiritual?

A tecnologia por trás do jogo é o motor RAGE da própria Rockstar, que tem sido utilizado em muitos dos lançamentos da companhia, incluindo GTA IV. O recente Episodes From Liberty City foi construído sobre a mesma ferramenta, e enquanto sem grandes conclusões, segundo a nossa comparação no Frente-a-frente 25, parecia ser o caso que a vantagem de desempenho desfrutada pela Xbox 360 não era tão pronunciada.

Portanto como se porta Red Dead Redemption? Vamos apresentar o vídeo Frente-a-frente de comparação:

Vamos falar da qualidade de imagem. Não é surpresa nenhuma para ninguém descobrir que o aparato visual do framebuffer tanto na versão Xbox 360 como na versão PS3 de Red Dead Redemption é essencialmente idêntico ao que vimos antes em GTA IV e nos seus episódios. Isto significa uma resolução 720p completa na Xbox 360 com 2x multi-sampling anti-aliasing. A Playstation 3 pelo outro lado renderiza a uma resolução significativamente mais baixa: 1152x640, com uma implementação muito selectiva do anti-aliasing quincunx que introduz uma nódoa na imagem.

QAA e sub-HD raramente são atractivos amigos, mas em comparação directa contra a Xbox 360, transpareceu que GTA IV tinha um certo aspecto individual em si. Esborratado? Sim. Não atractivo? Nada mesmo, certamente não em comparação com a versão 360. Isto devia-se em parte ao estranho efeito da sobreposição de duas imagens de cores diferentes aplicado às texturas apenas na Xbox 360, o que picotava algum trabalho de arte e aplicava um estranho efeito aguarela ao ecrã. Em Red Dead Redemption este efeito desapareceu ou pelo menos reduzido enormemente, significando que a diferença na qualidade de imagem entre as duas versões é mais prontamente pronunciada. Não existe dúvida quanto a isso: apenas em termos dos aspectos básicos da imagem, existe pouca dúvida de que a versão Xbox 360 apresenta mais resolução e mais detalhe, e isto é bem mais importante do que seria em muitos outros jogos.

Esperámos que estas duas imagens comparativas expliquem o porquê. Na primeira imagem, estamos num interior e enquanto os jaggies são um pouco mais pronunciados na PS3, a diferença na resolução realmente não faz uma enorme diferença no jogo. No entanto, no segundo leque de imagens podemos ver que Red Dead Redemption gosta de nos apresentar vastas áreas de paisagens e uma impressionante e longa distância de visão. Essencialmente, quanto mais longe o detalhe está, mais perdemos na PS3, uma vez que simplesmente não existe tanta resolução para o apoiar.

res360-1
resps3-1
res360-2
resps3-2
O impacto de a PlayStation 3 correr em sub-HD parece variar dependendo se estamos numa cena interna ou no selvagem. Quando estás a lidar com mundos enormes, abertos, quanto mais pixeis tens para renderizar os pedaços distantes, o melhor.

O desempenho é interessante. Em GTA IV vimos uma considerável vantagem para a Xbox 360 aqui. Apesar do rácio de fotogramas rondar por volta e abaixo dos 30 fotogramas por segundo no geral, podíamos ocasionalmente ver o salto para lá dos 40FPS, sugerindo que a Rockstar correu o jogo com um rácio de fotogramas desbloqueado. Na PS3 por outro lado estava bloqueado a 30FPS. Enquanto que ambos os jogos perdiam fotogramas gravemente, a PS3 sofria mais - algo que parecia ter sido corrigido um pouco nas meias-sequelas episódicas.

Ao abordar a performance de Red Dead Redemption recorremos a duas testes separados. O primeiro foi uma análise completa da intro inicial. Nestas cenas, devíamos em teoria ver tanto o título PS3 como 360 em condições exactamente iguais, com a mesma iluminação (uma vez que a altura do dia devia estar fixa).

Facilmente vemos que ambos os jogos estão bloqueados a 30 fotogramas por segundo, mas é a versão PlayStation 3 mais dada a descer abaixo disto. No entanto, é interessante notar que existem algumas cenas chave, geralmente envolvendo um maior número de personagens no ecrã ao mesmo tempo, que podem originar as quedas mais acentuadas na Xbox 360, acompanhado de algum screen-tear.

Similar a GTA IV, o screan-tear apenas é encontrado na Xbox 360 e praticamente difícil de notar, sempre no topo do ecrã. Sugere que o motor RAGE ainda comanda uma vantagem de desempenho geral na Xbox 360 em adição à maior resolução.

O segundo teste de desempenho leva-nos para a jogabilidade propriamente dita. Não idênticas, mas derivadas das mesmas partes das mesmas missões.

De forma interessante parece que as secções que cavalgamos que pontuam missões são igualmente suaves em ambos os sistemas, mas em termos de jogabilidade geral durante todas as importantes missões onde temos um leque de personagens em jogo, vemos que a Xbox 360 se segura bem ao alvo de 30FPS, enquanto que a PS3 pode descer um pouco.

Apesar de já comprometer em termos de resolução e rácio de fotogramas, é claro que a Rockstar teve que cortar e reduzir a versão PS3 do jogo ainda mais para manter o desempenho. Podemos ver um seguramente óbvio leque de pequenas diferenças entre as duas versões que quase sempre favorece a versão xbox 360 do jogo.

Publicidade

Salta para os comentários (71)

Sobre o Autor

Richard Leadbetter

Richard Leadbetter

Technology Editor, Digital Foundry

Rich has been a games journalist since the days of 16-bit and specialises in technical analysis. He's commonly known around Eurogamer as the Blacksmith of the Future.

Conteúdos relacionados

ArtigoSayonara Wild Hearts é um dos mais fantásticos jogos de 2019

Novo desafio ao conceito de experiência interactiva artística.

Borderlands 3 faz sucesso no Pornhub

Pesquisas por conteúdos da série aumentaram com a chegada do novo jogo.

Apple Arcade - Todos os jogos disponíveis no serviço

Tens uma série de jogos que podes experimentar!

Nintendo Switch Lite já disponível nas lojas

Optimizada para o formato portátil.

Também no site...

ArtigoSayonara Wild Hearts é um dos mais fantásticos jogos de 2019

Novo desafio ao conceito de experiência interactiva artística.

Borderlands 3 faz sucesso no Pornhub

Pesquisas por conteúdos da série aumentaram com a chegada do novo jogo.

Comentários (71)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários