CD PROJEKT RED responde às recentes críticas de Cyberpunk 2077

Demo falsa e ambiente pesado dentro do estúdio.

Já nos estamos constantemente a repetir, mas não há mesmo descanso para aqueles lados da Europa.

Após ontem terem surgido novas informações sobre vários aspetos do processo de desenvolvimento de Cyberpunk 2077, vem hoje novamente a CD PROJEKT RED defender-se, através do seu Head of Studio Adam Badowski.

Fiquem em baixo com a tradução do tweet de Adam Badowski.

"Os fãs e jornalistas ficaram impressionados com a ambição e escala de Cyberpunk 2077. O que eles não sabiam era que a demonstração era quase inteiramente falsa.

Badowski: É difícil para uma demonstração de um jogo de feira comercial não ser um teste da visão ou uma fatia vertical dois anos antes do jogo ser lançado, mas isso não significa que seja falso. Compare a demonstração com o jogo. Veja a cena do Dumdum ou a perseguição de carros, ou muitas outras coisas. As pessoas que leem o seu artigo podem não saber é que os jogos não são feitos de uma forma linear e começam a parecer o produto final apenas alguns meses antes do lançamento. Se olhar para essa demonstração agora, é diferente sim, mas é para isso que serve a marca de água "trabalho em progresso". O nosso jogo final parece e joga-se muito melhor do que aquela demonstração alguma vez foi.

Quanto às características "em falta", isso faz parte do processo de criação. As características vêm e vão, conforme vemos se funcionam ou não. Além disso, existem emboscadas de carros no jogo final quase literalmente iguais ao que mostrámos na demonstração. E se ficarmos um pouco mais focados sobre o nosso lançamento, a visão que apresentámos nesta demonstração evoluiu para algo que obteve múltiplos 9/10s e 10/10s em PC de muitos pontos de venda de jogos de renome no mundo.

Quanto às consolas antigas, sim, esse é outro caso, mas estamos em cima do assunto e a trabalhar super arduamente para eliminar bugs (também no PC - sabemos que essa também não é uma versão perfeita) e estamos orgulhosos de Cyberpunk 2077 como um jogo e visão artística. Tudo isto não é o que eu chamaria de desastroso.

A maioria do pessoal da CD PROJEKT RED sabia e disse abertamente que não estaria pronto para lançamento em 2020.

Badowski: Falou com 20 pessoas, algumas sendo ex-funcionários, apenas 1 dos quais não é anónimo. Eu não chamaria a isso "a maioria" dos mais de 500 funcionários disseram abertamente o que afirmam.

Alguns funcionários não-polacos partilharam histórias sobre colegas de trabalho falavam em polaco à sua frente, o que violou as regras da empresa. Fizeram-nos sentir ostracizados, disseram eles... Será que os seus colegas de trabalho falavam merdas sobre eles?

Badowski: Todos aqui falam inglês durante as reuniões, todos os e-mails e anúncios da empresa são em inglês - tudo isso é obrigatório. A regra é mudar para o inglês quando há uma pessoa que não fala uma determinada língua numa conversa casual.

É, contudo, bastante normal para alemães que falam alemão, polacos que falam polaco, espanhóis que falam espanhol, etc. (há 44 nacionalidades no estúdio, percebe-se o ponto) quando não há mais ninguém por perto. Estamos a trabalhar num ambiente multicultural. Se a questão é se é difícil mudar-se para outro país, por vezes cultura, e trabalhar e viver lá, então a resposta é sim. Mas isso é universal para todas as empresas em todo o mundo, e estamos a fazer o que podemos para facilitar essa transição."

Salta para os comentários (19)

Sobre o Autor

Adolfo Soares

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Conteúdos relacionados

Hacker reduz em 70% loadings de GTA Online

Descobre que a lentidão é devida a um único ficheiro.

Novidades no PlayStation Now para Março

inFamous: Second Son, World War Z, Ace Combat 7 e mais.

Reino Unido: stock da PS5 aumenta as vendas dos seus jogos

Miles Morales saltou para o segundo lugar.

Days Gone - Eis os requisitos PC

Ecrãs ultra panorâmicos e SSD recomendado.

Também no site...

Apex Legends Switch mostrado num novo trailer

30 níveis gratuitos e duplo XP nas primeiras duas semanas.

Epic Games compra os produtores de Fall Guys

Nada mudará no futuro da franquia.

Razer anuncia a Razer DevCon, um evento para produtores de videojogos

Quer encorajar a integração do seu ecossistema em software e hardware.

Yakuza: Like a Dragon chegou finalmente à PS5

Quem tem a versão PS4 tem direito a upgrade gratuito.

Comentários (19)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários