Skip to main content

Novo The Witcher não repetirá os erros do Cyberpunk 2077

A CD Projekt Red aprendeu a lição.

Image credit: CD Projekt RED

Um representante da CD Projekt garantiu que os problemas de Cyberpunk 2077 imediatamente após a sua estreia tiveram um impacto negativo na moral da equipa. Ele também garantiu que as lições aprendidas acabarão por tornar os projetos futuros mais eficientes.

Esta visão de passado e futuro foi oferecida por Colin Walder, atualmente diretor de engenharia do estúdio polaco, tendo trabalhado como programador de som no passado em jogos como The Witcher 3, GTA 5 e Max Payne 3.

O produtor marcou presença na Inven Game Conference, onde falou sobre as melhorias introduzidas no estúdio após a estreia de Cyberpunk 2077. Isto foi o que ele disse:

"Esta abordagem que tínhamos, a maneira como trabalhávamos em termos de produção, criando demos e avançando em direção a uma mentalidade e fluxo de trabalho ágeis – trata-se de garantir que estamos no controlo de certas coisas desde o início. Usemos as consolas como exemplos; precisamos de ter a certeza de que elas estão a funcionar desde o início."

"Para o nosso próximo projeto, Polaris, já estamos a executar as nossas demos e análises internas nas consolas desde o início. Este é um passo que só demos mais tarde no desenvolvimento de Cyberpunk.", remata.

De facto, aquando do lançamento de Cyberpunk, as versões para consola foram largamente criticadas devido aos seus múltiplos bugs e por em nada se assemelharem aos trailers e promessas prévios.

"Em relação a outras ferramentas ou estratégias para manter a moral pós-lançamento, especialmente depois das dificuldades que enfrentamos – foi de facto um desafio. A moral sofreu um impacto significativo. (...) Tivemos de admitir que o resultado não foi o que esperávamos e que estávamos determinados a mudar as coisas. Mas uma coisa é dizê-lo; tem de ser colocado em prática, sabes? Ações falam mais alto do que palavras.", diz ele.

Lê também