Skip to main content

CD Projekt não se arrepende de ter feito Cyberpunk em primeira pessoa

Mas isso pode mudar na sequela.

Image credit: CD Projekt RED

Quando Cyberpunk 2077 foi revelado como um jogo em primeira pessoa, nem todos os fãs ficaram contentes com a notícia, especialmente tendo em conta que o jogo anterior do estúdio, The Witcher 3, era em terceira pessoa.

No entanto, parece que a CD Projekt RED não se arrepende da decisão de ter tornado Cyberpunk 2077 em primeira pessoa; o diretor de missões do jogo, Paweł Sasko, foi questionado se a empresa se tinha arrependido da decisão e se poderia considerar deixar os jogadores alternarem entre as perspetivas de primeira e terceira pessoa na sequela do jogo.

“Essa é uma ótima pergunta, mas não há arrependimentos da nossa parte”, disse ele (obrigado, VGC). "Fui uma das pessoas que começou a desenvolver os primeiros protótipos desse sistema para Cyberpunk utilizando a tecnologia de The Witcher. O que queríamos era que o Cyberpunk tivesse uma identidade própria e fosse percetível como uma coisa diferente."

"A perspetiva em primeira pessoa ajudou Cyberpunk a desenvolver muito essa identidade. Quero dizer, porém, que a perspetiva em primeira pessoa é a principal característica do Cyberpunk e também da sua perceção pelos jogadores. Também é visivelmente diferente de The Witcher, e isso ajudou-nos a criar a identidade do produto como tal.", continua.

A sequela de Cyberpunk 2 (com o nome de código Project Orion) ainda está envolta em muitos mistérios mas Sasko não confirmou nem desmentiu se a mesma continuaria a ser em primeira pessoa, afirmando apenas: "Mas para Orion, ainda estamos para ver."

O que achaste da perspetiva em primeira pessoa de Cyberpunk 2077?

Lê também