O anúncio de Rise of the Tomb Raider na E3 2014 levantou muitas discussões e na altura os fãs da série não sabiam qual seria o grau de exclusividade com a Xbox.

Sabe-se agora que o jogo da Square Enix será lançado na Xbox 360 e Xbox One em novembro, a versão PC chegará nos primeiros meses de 2016, enquanto que a versão PlayStation 4 será lançada apenas no final do próximo ano. Phil Rogers, CEO da Square Enix América e Europa, voltou a falar sobre o jogo e o acordo assinado com a Microsoft ao longo de uma entrevista com o Examiner.

"Eu espero que os fãs percebam que não foi uma decisão fácil. Acho que uma parceria a este nível é uma escolha que requer um longo tempo para ser tomada. A decisão a nível do estúdio foi levada muito, mas mesmo muito a sério. Sabíamos que a curto prazo iria decepcionar os fãs."

Mas o que é que levou a Square Enix a escolher esta parceria com a Microsoft? Pelos vistos, foi a paixão que a empresa norte-americana tem por Tomb Raider.

"O que vimos na Microsoft, e que provavelmente muito poucos sabem, é que a paixão que eles têm por Tomb Raider é fantástica. Tendo trabalhado connosco em jogos anteriores, embora com menor grau, eles demonstraram ser sempre atenciosos. De qualquer forma com Rise of the Tomb Raider eles ofereceram a paixão e a confiança que nos permitirá deixar os jogadores boquiabertos. O compromisso demonstrado para Tomb Raider é fantástico para nós."

Roger continuou dizendo que o próprio Phil Spencer está atento ao projecto e que volta e meia quando passa por São Francisco vai fazer uma visita aos escritórios da Crystal Dynamics para falar com a equipa e experimentar o jogo, demonstrando assim disponibilidade e dedicação à franquia da Square Enix.

Publicidade

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Mais artigos pelo Luís Alves