Ninja Gaiden 2

O Ninja durão está de volta

Decididamente Junho não vai ser um mês normal, pelo menos para esta indústria. Um mês habitualmente pacato que este ano promete ser diferente dos anteriores pois vai-nos trazer alguns dos jogos mais aguardados.

Independentemente da consola, os jogos de topo são vários e entre eles está a tão aguardada sequela de um dos melhores jogos da anterior geração. A expectativa é mais do que muita e finalmente Ninja Gaiden 2 está a chegar. Apesar da excitação e da ansiedade, existem várias dúvidas e uma delas é saber até que ponto a sequela consegue ir mais além do que o original e se consegue realmente ultrapassar a obra prima da Team Ninja. Mas isso é algo que por enquanto não podemos responder, apenas perguntar.

Ninja Gaiden 2 traz de volta o ninja mais “duro” de todos os tempos, Ryu Hayabusa. Nesta nova aventura, Ryu tem como missão vingar o seu clã e como já devem calcular, cortar os inimigos às postas e fatiar demónios é o prato do dia. Como já é marca da produtora nipónica, podem contar com um elenco bastante interessante, no mínimo, onde se pode contar com belas agentes da CIA de atributos avantajados, demónios furiosos, excêntricos e impiedosos. Tudo ao bom estilo Ninja Gaiden.

A acção promete levar Ryu a viajar pelo um pouco por todo o mundo, visitando locais como Tokyo, New York ou Veneza. Todos com vários pontos de referência e todos beneficiando do novo superior aspecto gráfico, que apesar de apresentar algumas falhas e pontos fracos, parece ser competente o suficiente para apresentar um bom resultado. Pelo menos ao nível do que se poderia esperar de uma sequela na nova geração.

Com um visual melhorado e com uma fantástica fluidez, a sequela parece apresentar todos os condimentos para conquistar os fãs. A fluidez com que Ryu se move e executa os golpes está espectacular e vai contribuir para que os combates se tornem mais dinâmicos e mais emocionantes.

sangue
Ryus de Sangue

Para tornar os combates mais intensos, Ryu traz consigo novas armas e pela primeira vez os possuidores de uma Xbox 360 vão poder usar duas armas ao mesmo tempo. Algo que surgiu em exclusivo em Sigma para a Playstation 3. Várias novas armas já foram reveladas, todas elas com efeitos devastadores nos inimigos, e algumas são verdadeiramente geniais de se ver. Temos por exemplo as garras que Ryu usa tanto nas mãos como nos pés, que prometem originar um festival de sangue.

Distante da maioria pela superior dificuldade, pela construção dos níveis ou até mesmo pelo facto de não promover o martelar dos botões, jogar Ninja Gaiden pode tornar-se quase uma arte. Aprender e aplicar os combos, usar as diferentes armas para os diferentes tipos de inimigos, conseguir dominar o sistema de defesa e contra ataque, são alguns dos grandes atributos do jogo. A acentuada dificuldade torna o jogo difícil demais para a maioria mas quem aqui conseguir triunfar ganha um grande motivo para se gabar entre os amigos.

Ao contrário de muitos do seu género, os combates em Ninja Gaiden não se tornam banais mas sim essenciais, algo que torna-o fantástico e atraente.

Para esta sequela várias melhorias estão prometidas a todos os níveis e algumas delas são muito agradáveis por isso cá aguardamos para descobrir até que ponto a carnificina evoluiu.

Ninja Gaiden 2, tem data de lançamento a 6 de Junho.

Salta para os comentários (16)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

ObrigatórioHorizon: Zero Dawn review (PC) - Inquestionável

Guerrilla Games entrega a edição definitiva.

PS5 Digital Edition custará 399€, prevê analista

A versão com leitor de discos custará 499€.

State of Play - Assiste em directo às 21h00 de Portugal

A Sony quer tornar a tua noite mais quente.

Fãs da Xbox pedem boicote a Marvel's Avengers pelos conteúdos exclusivos PlayStation

"Tenham respeito próprio e recusem ser tratados como um consumidor de segunda classe."

Também no site...

Comentários (16)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários