F1 2019 apresenta os visuais mais realistas jamais alcançados pela Codemasters

Eis como se porta nas consolas Xbox e PlayStation.

Será que F1 2019 é o simulador de corridas mais fotorealista do seu estilo? A Codemasters já apresentou jogos lindos nesta geração: DiRT Rally 2.0 é um dos melhores no seu estilo e no final do ano teremos GRiD. Mas é na série F1 que vemos as melhorias do motor EGO de ano para ano, melhorado para cada novo lançamento. Existe uma sensação de evolução ao invés de revolução, mas o jogo deste ano é mesmo impressionante.

Apesar da experiência gráfica variar de acordo com o poder da consola, não seria justo para a Codemasters dizer que qualquer versão não cumpre em termos visuais. Cada uma à sua maneira, foi bem optimizado para cada consola. Inicia uma corrida, seja em Yas Marina com as suas lindas luzes volumétricas ou o clássico Spa, a qualidade dos materiais está boa em cada consola. A cadência das físicas no centro dos feitos do EGO em DiRT 2.0 estão presentes aqui. À primeira vista, os efeitos nos pneus quando a chuva salpica contra o teu carro cria um efeito autêntico e natural.

A iluminação é um grande foco, existe um novo sistema volumétrico, uma grande melhoria sobre o jogo de 2018. Desta vez, cada lâmpada e faróis criam feixes de luz. Os efeitos atmosféricos como poeira também preenchem o ar. É a última peça do puzzle para elevar a série para o patamar dos melhores. Combinado com a implementação HDR - que sempre foi sólida, fica impressionante nos ecrãs modernos.

Mas existem alguns pequenos detalhes que não podem ser esquecidos. O motion blur da câmara é bom, mas o uso de anti-aliasing temporal regressa, deixando um ligeiro rasto. Acontece ocasionalmente e na maioria do tempo é impossível de ver. No entanto, perante alguns objectos ou qualquer coisa com alta densidade de detalhe, verás alguns vestígios. Apenas no PC podes desligar por completo a opção.

Análise a F1 2019 da Codemasters em todas as consolas.

Também temos o que se passa fora da corrida - momentos que provavelmente saltarás para entrar na acção. A equipa de engenheiros é especialmente surreal com as suas faces sem expressão e corpos rígidos. Talvez esteja a ser picuinhas, especialmente com visuais gameplay tão impressionantes. A acção na pista é o destaque e isso é o que importa.

A Xbox One X, talvez sem surpresas, lidera nas consolas, com a sua resolução 3840x2160 fornecida através de uma reconstrução temporal, perceptível pelos vestígios estilo checkerboarding em movimento. Felizmente, não é tão intrusivo a meio da corrida e com TAA e motion blur, a imagem esconde-o. Em termos da apresentação, o resultado não é 4K nativa cristalina, mas a imagem é na mesma nítida.

É um resultado respeitável para a Xbox One X e tem benefício visuais sobre a Xbox One original. A Xbox normal tem como alvo 1920x1080, mas também usa reconstrução para lá chegar, com os mesmos vestígios vistos na X. As outras diferenças são subtis. A X tem reflexos de maior qualidade e maior definição nas ruas ou lagos banhados pela chuva. Também terás sombras mais nítidas e um melhor filtro nas sombras, tirando isso, a resolução e a performance são os destaques.

O poder GPU extra da X é usado para a performance chegar aos 60fps na melhor resolução que possível - ao contrário de DiRT Rally 2.0, não existe opção para desligar o modo 4K em F1 2019. Talvez não seja necessário pois a X consegue correr o jogo a 60fps na maioria do tempo. Uma opção com menor resolução poderia ajudar se algumas pistas não aguentassem a 60fps, mas do que vi, não é problema.

F1 2018F1 2019
Formula 1 2019 apresenta melhorias visuais sobre o anterior, especialmente na iluminação. Repara no ar mais denso e espesso com os holofotes a iluminar o pó no céu noturno.
PS4 ProXbox One X
As consolas mais poderosas apresentam resoluções diferentes. A Xbox One X tem como alvo 3840x2160, mas usa supersampling temporal de uma resolução inferior para lá chegar - a Pro tem como alvo 3200x1800 com um esquema similar.
PS4 ProXbox One X
As sombras são a maior diferença entre a Pro e a X.
Xbox OneXbox One X
A Xbox One corre a 1080p com a mesma técnica de conversão temporal, mas os reflexos e sombras também estão melhorados na máquina mais poderosa.

A PS4 corre a 1920x1080 nativa, mas sem sinais de reconstrução. É 1080p nativa e isso significa que tens uma imagem mais limpa, com menos cintilação e vestígios de checkerboard. Entre a PS4 e a Xbox One, a resolução é a principal diferença: a oclusão ambiental é mais proeminente na PS4, mas de resto, temos assets e iluminação idênticos.

A PS4 Pro é interessante e apresenta 3200x1800 reconstruída - inferior à resolução da Xbox One X, mas devo dizer que em movimento, tem na mesma bom aspecto. O detalhe dos pixeis traduz-se em melhor visibilidade na pista e a melhoria sobre a PS4 é palpável. As diferenças visuais além da resolução não são muitas. Os reflexos e sombras são os pontos principais, mas os assets estão idênticos.

A performance do rácio de fotogramas é a última peça do puzzle; os 60fps são de tal forma cruciais num jogo destes. É rápido e ultrapassar adversários por ser feito por uma margem mínima e não existe espaço para soluços ou quedas. No entanto, todas as versões, excepto a Xbox One X, fica entre os 50s e 60fps. Tudo depende do clima e do número de carros na câmara.

A Xbox One X tem a performance mais consistente. Seja com forte chuva, 19 carros da IA na grelha de partida e pistas complexas, a performance é na mesma excelente e consistente. Está presente v-sync adaptável e por isso, o ecrã fica repleto de tearing no topo quando um fotograma é perdido. Podes ver isso no tearing dos elementos do HUD, mas durante gameplay é difícil de ver. A Xbox One X tem o melhor aspecto e performance entre todas as consolas.

Depois tens a PS4 Pro, com a segunda melhor performance, mas com problemas em condições climatéricas exigentes ou muitos carros na imagem. É mais intrusivo do que desejarias, mas apenas acontece em algumas pistas. Provavelmente está relacionado com os elementos alpha, tendo em conta que acontece com mais orça quando vários carros salpicam água ou perto de árvores com alpha. Não é ideal, mas muita da acção correr no desejado rácio de fotogramas.

A reconstrução temporal afecta um pouco a qualidade de imagem na Xbox One, mas ajuda a performance a aproximar-se da versão PS4. Quando puxada ao extremo, ambas têm pior performance do que a PS4 Pro, descendo até baixos 50s. O tearing é mais forte. As causas são as mesmas, mas vale a pena dizer que apenas o ocasional tear surge na imagem. A Xbox One sofre com as quedas mais óbvias para 50fps mesmo em tempo limpo, quando tens muitos carros na imagem. É a que tem pior performance, mas é na mesma respeitável.

As consolas mais poderosas têm melhor qualidade de imagem e performance. Como forma de ter menos distracções e um dos jogos de corridas com melhor aspecto nesta geração, a Xbox One X é a escolha a seguir, mas a PS4 Pro oferece uma versão muito sólida. É um lançamento forte em todas as consolas e não existem dúvidas que F1 2019 tem imenso apelo para as massas.

Publicidade

Salta para os comentários (19)

Sobre o Autor

Thomas Morgan

Thomas Morgan

Senior Staff Writer, Digital Foundry

32-bit era nostalgic and gadget enthusiast Tom has been writing for Eurogamer and Digital Foundry since 2011. His favourite games include Gitaroo Man, F-Zero GX and StarCraft 2.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (19)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários