Horizon não terá armas de fogo e o Guerrilla explica porque é que isso é bom

Será que a identidade permaneceria?

É difícil não ficar entusiasmado com Horizon: Zero Dawn, a mais recente propriedade intelectual do estúdio Guerrilla Games que se tornou famoso com a série Killzone.

Além de um grupo de trabalhadores com incrível talento, ex-membros da Bethesda e CD Projekt RED entraram para o Guerrilla, dos visuais, do universo em si e do mistério no enredo, temos todo um cuidado para assegurar que Horizon conquista uma identidade sua, diferente dos demais jogos do mercado.

Um dos passos para o assegurar é a completa ausência de armas de fogo neste RPG de acção, algo que contrasta com todo o currículo do estúdio Holandês. Na mais recente edição da EDGE, Mathijs De Jonge explica porque é que isso é bom.

"O que vimos nos protótipos iniciais foi que assim que alguém tinha uma metralhadora, era apenas disparar e rezar. Tornava-se num cover shooter. Queríamos que o jogador se sentisse primitivo, portanto decidimos que as tribos teriam um conhecimento limitado da tecnologia. Não iriam compreender o que se passa com estas máquinas, como funcionam."

O estúdio demonstrou um protótipo com quatro anos no qual uma personagem de Killzone 3 era usada contra o Thunderjaw, ou a sua versão na altura, e exemplificou como o jogo perdia toda a sua personalidade e o enorme dinossauro mecânico ficasse sem grande parte da imponência.

Horizon: Zero Dawn foi uma das maravilhosas surpresas da E3 e está agendado para 2016.

Salta para os comentários (7)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

"O número de AAA gigantescos vai diminuir", afirma Kojima

Acredita que jogos vivos serão mais sustentáveis.

Mais de 10 milhões de pessoas descarregaram as ofertas Play at Home

Uncharted: Nathan Drake Collection e Journey foram oferecidos em Abril pela Sony.

Também no site...

Comentários (7)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários