Iron Man

Depois de vários heróis da Marvel como Homem-Aranha, X-Men, Quarteto Fantástico, Demolidor, Elektra, Hulk, Ghost Rider, ou o Justiceiro eis que chega a vez de o Homem de Ferro ganhar direito a uma adaptação para o grande ecrã. Como tem sido habitual, para acompanhar a chegada do filme chega também a adaptação para videojogo, e tivemos o prazer de o experimentar, mas ainda em fase de desenvolvimento.

De elevado interessante para fãs, tanto da Marvel como do personagem em si, será que conseguirá assumir-se como atractivo somente para estes fãs ou também para apreciadores de jogos de acção? É chegada a hora de vestir a armadura e tentar descobrir!

Homem de Ferro é o nome usado por Tony Stark quando enverga a armadura criada por si. Um multi-milionário habituado ao lado bom da vida, Tony Stark cria esta armadura para se salvar a si próprio e mais tarde para ajudar a sua empresa e o mundo. A demonstração dá-nos acesso a um nível e apesar de não ser possível modificar qualquer coisa, podemos no entanto constatar que Iron Man irá ter algumas opções de personalização. Várias armaduras já estão confirmadas e iremos ter a possibilidade de equipar peças e armas especiais ao nosso gosto.

Um dos aspectos que mais nos impressionou nas imagens e vídeos revelados foi o seu aspecto gráfico, como tal foi com grande interesse que demos início a esta demo. Tal como tinha ficado sugerido, foi-nos imediatamente possível constatar que o expoente máximo graficamente é o próprio Homem de Ferro.

O personagem principal apresenta um bom nível de detalhe com a sua armadura muito bem recriada e cheia de pormenores. Pena que o mesmo não possa ser dito do resto. O nível decorre no meio de um deserto, num cenário vasto mas pouco detalhado e os poucos edifícios que existem estão muito fracos. O mesmo poderá ser dito dos inimigos que ajudam para o fraco aspecto geral do jogo. A câmera coloca-se perto do personagem, e fornece uma boa perspectiva sobre a acção, apesar disso, o mesmo já não pode ser dito quando estamos no solo. Quando decidi-mos “aterrar”, verificamos que visualmente o jogo parece ainda mais pobre e a sensação de proporcionalidade é no mínimo estranha, pois simples tanques parecem gigantes ao lado do Homem de Ferro.

Como se não bastassem as que já existem, eis que somos confrontados com mais uma mecânica e jogabilidade altamente repetitiva e por sinal com pouca inspiração. Talvez o mal não esteja no jogo em si, talvez sejam as próprias características do personagem que limitam o potencial do jogo neste aspecto, mas a verdade é que já vimos personagens com menos recursos triunfar.

Nos primeiros instantes, a nossa luta vai ser com o esquema de controlos. Um pouco confuso, vão precisar de alguns bons minutos para começarem a dominar o jogo. Não se espantem se tiverem dificuldade em mudar de alvo ou quando quiserem planar começarem a voar, ou então não conseguirem acertar num alvo porque estão muito acima dele ou então muito abaixo. Com alguma prática e hábito, melhora um pouco.

Voando pelo cenário na procura da próxima rondada de alvos a abater, a demo força-nos a cumprir os mesmos objectivos várias vezes. Enquanto voar até se torna agradável, em muito devido à perspectiva que o jogo toma, os combates são repetitivos e pouco interessantes. Disparamos para um alvo, mudamos de alvo, disparamos para um alvo, mudamos de alvo, disparamos para um alvo e assim por aí adiante. Não conseguimos deixar de sentir que estamos perante um esquema um pouco aborrecido e repetitivo, mesmo para uma demo que dura cerca de 10 minutos.

Como já referido, o Homem de Ferro pode atacar os inimigos de diversas maneiras, desde rajadas ou mísseis emitidos pelas suas mãos, socos ou rajadas mais poderosas emitidas do seu peito. Todos os movimentos associados a este personagem parecem marcar presença, o que mais uma vez, tem maior significado para os fãs da personagem. Com novas armaduras e peças, novas habilidades e ataques deverão surgir mas tal apenas poderá ser confirmado na versão final.

A sensação de ser o Homem de Ferro parece ter sido recriada com alguma qualidade mas pouco mais do que isso se poderá esperar do jogo. Muito repetitivo e com poucos argumentos que lhe possam valer, afigura-se à partida apenas para os fãs do herói.

Salta para os comentários (0)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Os melhores jogos para oferecer este Natal a quem tem uma PS5

Estás com dúvidas em qual comprar? Nós ajudamos.

Gran Turismo 7 mostra-se num novo vídeo gameplay

Uma volta completa na icónica Deep Forest Raceway.

O que estamos a jogar - 4 dezembro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Hellblade 2 estará nos Game Awards, dizem fontes não oficiais

Hellblade 2 poderá regressar aos holofotes.

Bioware e EA celebram o Dia Dragon Age

Festividades para todos os fãs.

Também no site...

Comentários (0)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários