Já jogámos na Nintendo Switch OLED - Primeiras impressões

Será que o novo ecrã faz diferença na experiência?

Em Novembro de 2018, cerca de um ano e meio após o lançamento da Nintendo Switch, escrevi um artigo a enumerar e a explicar as coisas que deviam ser melhoradas numa revisão da consola. Demorou algum tempo, mas com a Switch OLED - que chegará às lojas a 8 de Outubro - a Nintendo finalmente ouviu as nossas preces. Estás equivocado se pensas que a única coisa que a Nintendo alterou foi o ecrã. Recentemente tivemos a oportunidade de experimentar a consola pela primeira vez (num evento da Nintendo) e há pormenores que tornam o modelo OLED num dispositivo mais requintado do que a versão original da consola. O jogo que experimentamos na consola foi Metroid Dread e podes ler as nossas impressões aqui.

Ecrã OLED - Há realmente diferença?

Em termos de resolução, a Nintendo manteve os 720p no ecrã da consola e, no que diz respeito ao desempenho, também não há alterações. Dito isto, o ecrã OLED oferece realmente um salto qualitativo na experiência. É difícil voltar a jogar no modelo original depois de experimentar a consola OLED. As cores são muito mais vivas, além de conseguir níveis de brancos e pretos que o ecrã da consola original simplesmente não consegue. É o suficiente para transformar os jogos visualmente. Ainda que a Nintendo não tenha permitido uma comparação directa entre consolas no evento, qualquer jogador que use a Switch como consola portátil vai reparar imediatamente numa diferença.

Para além do ecrã OLED, a Nintendo aproveitou para reduzir os bezels e aumentar a área do ecrã. Em resumo, o ecrã da consola original tem 6.2 polegadas, enquanto o ecrã da OLED cresceu para 7 polegadas. Reduzindo os bezels (são as bordas pretas em torno do ecrã), a Nintendo conseguiu aumentar o ecrã sem tornar a consola maior. No papel, o aumento do ecrã pode parecer pouco, mas na prática melhora bastante a experiência. A experiência é mais imersiva graças ao ecrã maior, diria mais cinemática até. Outra vantagem escondida deste ecrã que poucos conhecem - e dos ecrãs OLED no geral - é que emitem menos quantidade de luz azul (cerca de 50% menos), reduzindo o cansaço ocular.

Há mais melhorias para além do ecrã?

Sim, e não estamos a falar apenas do redesign da dock e da adição de uma necessária porta ethernet. Foram feitas pequenas mudanças nos materiais da consola e no desenho de pormenores. O suporte para a consola deixou de ser minúsculo e altamente instável. O novo suporte da Nintendo Switch OLED tem o mesmo comprimento da consola, aumentando muito a estabilidade quando está pousada em qualquer superfície, e pode ser fixado em múltiplos ângulos. Outra pequena diferença é que existem duas pequenas borrachas anti-deslizantes na parte inferior da consola - mais uma adição para garantir que a consola não sai do lugar quando a pousas em cima da mesa.

"À primeira vista, este plástico parece ser mais resistente a arranhões e desgaste."

O plástico negro que envolve a consola é de melhor qualidade. Só vais perceber isto quando tocares na consola, mas este novo plástico é mais resistente e tem uma textura ligeiramente mais áspera. À primeira vista, este plástico parece ser mais resistente a arranhões e desgaste. As entradas de ar traseiras mudaram de sítio e agora passam praticamente despercebidas. A Nintendo foi inteligente e colocou as entradas com duplo uso: a ranhura serve para colocares o dedo e levantares o suporte. Na parte de trás da consola agora só está o logótipo da Nintendo Switch - todas as informações legalmente obrigatórias, como a marcação CE, estão escondidas debaixo do suporte. Esteticamente é mais bonito.

Espera pela review para mais detalhes

As primeiras impressões da Nintendo Switch OLED são muito positivas, como já percebeste pelo que acabei de escrever. Se queres detalhes mais aprofundados, terás que esperar pela review, que não tardará. A Nintendo Switch OLED chegará às lojas portuguesas a 8 de Outubro. A consola estará disponível em duas cores - Azul / Vermelho Néon e Branco - pelo preço de 349,99 euros. Estás a pensar em comprar a Nintendo Switch OLED?

Salta para os comentários (29)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Apple Music chega à PlayStation 5

Ouve música enquanto jogas através do serviço da Apple.

Receitas da Xbox sobem 16% graças à procura pelas Xbox Series

Receitas Game Pass ajudaram a compensar a prestação dos jogos third party.

Também no site...

Metroid Dread recebeu uma demo

Bem a tempo do Halloween.

Dr. Dre está a trabalhar em músicas para novo Grand Theft Auto

Música do car**** disse Snoop Dogg numa entrevista.

Call of Duty: Vanguard ocupará mais de 60GB na PS5 e Xbox Series

Mas exigirá perto de 90GB para a instalação, nas consolas PlayStation.

Descoberta imagem do Super Smash Warner Bros.

Poderá ser um jogo gratuito, apoiado por micro-transações.

Comentários (29)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários