Escolhas dos Leitores 2020 - 50 ao 41

Em quantas páginas?

Parece difícil de acreditar, mas 2020 está quase a terminar. Este é um ano que ficará certamente gravado na nossa memória devido à pandemia que estamos a enfrentar, mas também pelo poder que os videojogos alcançaram na nossa vida.

Lidar com os dilemas da realidade e fugir ao drama que nos rodeia tornou-se um pouco mais fácil com a possibilidade de escapar para outros mundos e de nos abstrair do que aflige a mente. O ano de 2020 ficou marcado pela chegada de uma nova geração de consolas e por uma incrível despedida da anterior geração, o que ajudou imenso a fugir ao mundo real.

O poder dos videojogos foi mais importante do que nunca, especialmente para aproximar famílias e amigos, o que ficou ainda mais entusiasmante com a chegada de poderosos jogos. Jamais esquecerei o isolamento social a jogar Final Fantasy 7 Remake e Resident Evil 3, jogos que se tornaram ainda mais especiais devido ao momento em que os joguei.

Tal como eu e todos aqui no Eurogamer Portugal, certamente tens os teus jogos especiais de 2020 e com a tua ajuda, reunimos a lista com os Melhores Jogos do Ano para a nossa comunidade.

Esta é uma lista que vai mostrar os teus jogos favoritos e provavelmente descobrirás que existem pessoas com gostos diferentes dos teus, algo que é perfeitamente normal. Se um jogo no qual votaste não estiver na posição que desejarias, tenta perceber que nem todos jogamos o mesmo ou nem todos têm a mesma disponibilidade financeira para jogar os mais recentes lançamentos.

Dito isto, vamos manter o respeito na secção de comentários e tentar desfrutar dos diversos gostos e estilos de jogo que temos ao nosso dispor.

50. Immortals Fenyx Rising

O que dissemos na nossa análise: No papel, Immortals Fenyx Rising tinha tudo para triunfar e dar à Ubisoft mais uma propriedade de sucesso, especialmente com o seu forte foco nos puzzles nos Cofres de Tártaro, de escalas variadas e alguns deles altamente exigentes. No entanto, ao copiar um jogo tão conhecido e ao usar o motor de outro jogo de igual renome, a sua posição fica estranha. É um jogo novo, com constante sensação de déjà vu, no qual não sentes existir algo seu. Além disso, se os puzzles conseguem ser interessantes, algumas mecânicas não cumprem e existem demasiados recursos para apanhar e gerir. Immortals Fenyx Rising é um jogo para um público muito específico e não consegue ser o triunfo que poderia ser.

49. Project CARS 3

O que dissemos na nossa análise: Project CARS 3 não é um mau jogo, é apenas um jogo diferente que poderia ter outro nome devido a afastar-se demasiado do seu passado. É acessível e divertido no que se propõe fazer, com fácil abordagem e rápida incursão na acção, vai directo ao assunto sem grandes afloramentos relacionados com pormenores técnicos. É evidente que é um jogo pensado de forma diferente, e o tempo dirá se esta aposta da Slightly Mad Studios foi a mais apropriada.

48. Spider-Man: Remastered

47. 13 Sentinels: Aegis Rim

46. Call of Duty: Black Ops Cold War

O que dissemos na nossa análise: Black Ops Cold War é um pacote altamente polido, que demostra a experiência da Treyarch na série e no género dos FPS. É um jogo de tiros sólido em todas as suas vertentes e com capacidade para contentar um público muito amplo. O modo campanha é uma lufada de ar fresco comparativamente a jogos anteriores, o multiplayer continua a ser um vício, e o modo zombies atingiu aquela que é possivelmente a sua melhor versão (apesar de só ter um mapa disponível por enquanto). É como uma francesinha, estás farto de comer, mas eventualmente queres sempre repetir. Acho que nada resume melhor a experiência de Call of Duty.

TheShyGuy disse: Vou ser franco: nunca fui um grande fã da franquia Call of Duty. Na verdade, só o conheci a partir do CoD III e aquilo pouco me impressionou na altura, mas a chegada do remake do CoD: MW fez-me ver que aquilo que eu pensava ser um mero jogo de tiros pode ser também uma verdadeira aula de História. Agora, com este novo jogo, desenvolvido pela Treyarch, bem como pela Raven Software, a Activision fez qualquer coisa, pois a narrativa daquele jogo, na minha humilde opinião, é das melhores coisas que se podia ter feito alguma vez no mundo dos jogos. Naturalmente, a gameplay, um dos aspetos mais elogiados na franquia, continua algo excelente, assim como os cenários, mapas e vozes dos atores que interpretaram os personagens!

45. Ark: Survival Evolved

44. Bugsnax

  • Estúdio: Young Horses
  • Editora: Young Horses
  • Plataformas: PS5, PS4, PC
  • Página do jogo

SrArmindo disse: "Desengane-se quem pensa que isto é apenas o jogo do moranguinho. Por detrás do aspecto extra cute, está um bom jogo, com personagens interessantes e uma história intrigante o suficiente para nos manter a jogar até à sua resolução."

43. Destiny 2: Beyond Light

jean14 disse: Boa expansão. Destiny2 ainda está para as curvas!

luispoli disse: Num ano tão difícil como este a Bungie consegui ter grande parte da sua equipa a trabalhar a partir de casa, mesmo com essas dificuldades consegui entregar Beyond Light, com um dos planetas mais bonitos e completos (Europa), uma história cada vez mais envolvente e com cutscenes fantásticas, uma nova subclasse (pedida já há muitos anos), uma das melhores raids do D2, uma das melhores bandas sonoras (ao nível de TTK e Forsaken), só acho que podia ter mais loot. Boa DLC, cumpriu com as expectativas.

42. Sackboy: A Big Adventure

O que dissemos na nossa análise: Para um spinoff, Sackboy: Uma Grande Aventura surpreende pela quantidade de investimento. Nota-se um empenho da Sumo Digital na criação deste título e disso resultou um sólido jogo de plataformas, com muitas surpresas, diversão e diferentes níveis. Perante os restantes títulos de lançamento da PlayStation 5, Sackboy: Uma Grande Aventura mantém a cabeça erguida e merece mérito. Embora lhe falte as ferramentas de criação, os fãs de LittleBigPlanet vão encontrar aqui algo que lhes vai agradar muito.

mestrerocha disse: Um ótimo jogo...uma pena não ter o online no lançamento mas já valeu pelo multiplayer local.

41. Persona 4 Golden

Salta para os comentários (23)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Rumor: Sony vai juntar PS Plus e Now para criar novos patamares do serviço

Acesso a demos, jogos PS4, PS5 e streaming de clássicos.

Os melhores jogos para oferecer este Natal a quem tem uma PS5

Estás com dúvidas em qual comprar? Nós ajudamos.

It Takes Two alvo de reclamação de direitos de autor pela Take-Two

Hazelight abandonou o registo do nome, mas espera não ter de mudar o nome ao jogo.

O que estamos a jogar - 4 dezembro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Hellblade 2 estará nos Game Awards, dizem fontes não oficiais

Hellblade 2 poderá regressar aos holofotes.

Também no site...

Subreddit de Halo encerrado devido à elevada toxicidade

Moderadores recomendam acalmar os ânimos e parar com as ameaças de morte.

Revelado novo teaser de Morbius

Com várias referências para descobrir.

Netflix lança vídeo onde resume a primeira temporada de The Witcher

Segunda temporada chega já no próximo dia 17 de dezembro.

Gran Turismo 7 mostra-se num novo vídeo gameplay

Uma volta completa na icónica Deep Forest Raceway.

Comentários (23)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários