Kojima insiste que Death Stranding não é um jogo stealth, é um novo género

É um "Social Strand System".

Se te sentes confuso com o que esperar de Death Stranding, é perfeitamente normal. Hideo Kojima, o criador do jogo, reafirmou que este é um género novo e sem nada igual.

Após a sua passagem pela Gamescom 2019, Kojima está de volta a Tóquio para liderar a sua Kojima Productions, que está na fase final do desenvolvimento de Death Stranding para que o possa colocar nas lojas a tempo do lançamento, agendado para 8 de Novembro.

No entanto, perante as inúmeras questões dos seus seguidores que querem formar uma melhor ideia do gameplay de Death Stranding, Kojima voltou a explicar que este é um novo género e que não é um jogo stealth, mesmo que tenha elementos desse género.

"Uma vez que me perguntam imenso por isto, Death Stranding é diferente de um jogo stealth," diz Kojima.

"Podes desfrutar da Perspectiva na Primeira Pessoa, mas não é um Jogo de Tiros na Primeira Pessoa. É um novíssimo género que adaptou o conceito de ligação no que chamamos Jogo de Acção, um Strand Game (Social Strand System)."

Kojima disse ainda que não deve ser o autor a criar o nome de um novo género, mas diz que tinha demasiado gosto em criar o nome e relembra o que fez com Metal Gear Solid, que chamou de Tactical Espionage Action antes de ser considerado um jogo Stealth.

"Sei que o nome de um novo género não deve ser criado pelo autor, que deve surgir mais tarde, mas perdoem-me porque eu gosto mesmo de lhe dar nomes."

"Tal como dei o nome de Tactical Espionage Action a Metal Gear antes de o categorizar como um jogo Stealth. Dei o nome de Social Strand System a Death Stranding. 👍"

Se tiveste a oportunidade de assistir à cutscene apresentada na Gamescom 2019, na qual é explicada a missão de Sam, sabes que terá de chegar a Edge Knot City para recuperar o corpo de Amelie e pelo caminho, ligar as cidades da UCA à rede online.

Kojima partilhou mais detalhes sobre o enredo de Death Stranding e dos membros da BRIDGES, o grupo que ajudará Sam a cumprir a missão.

"A BRIDGES foi formada para reconectar a sociedade fracturada," diz Kojima.

"Mama, Heartman e Deadman são personagens únicos e membros da BRIDGES que apoiam Sam. E o BB com Sam, segue à força uma jornada do Este para Oeste. Eles, Sam incluído, têm uma história triste no seu passado."

Death Stranding chegará a 8 de Novembro e talvez encontres algumas similaridades com o que Kojima fez em Metal Gear Solid, especialmente nos grupos de suporte e elenco envolvente, mas em termos de gameplay, estamos ansiosos para descobrir o que imaginou.

Publicidade

Salta para os comentários (53)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Final Fantasy 7 Remake já está nas mãos dos jogadores

Apesar da Square Enix ter dito que existiriam problemas de stock.

Não esperes novidades de GTA 6 tão cedo

Um rumor afirmava que o jogo seria anunciado esta semana.

Jogos do PS Plus de Abril revelados mais cedo

Dois jogos excelentes de géneros diferentes.

Também no site...

Comentários (53)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários