Hideo Kojima, responsável máximo por Death Stranding, partilhou as principais metas alcançadas ao longo do desenvolvimento do seu estúdio, a Kojima Productions, e do seu novo jogo.

"Em Janeiro de 2016, Death Stranding apenas existia no meu cérebro, agora tornou-se real e fui capaz de anunciar o dia de lançamento, obrigado a todos na Guerrilla Games," disse Kojima.

"Ofereceram-me gentilmente o seu motor tão valioso quanto a sua vida. Jamais esquecerei essa conexão."

Depois de agradecer à Guerrilla Games, Kojima falou das grandes metas que alcançou após sair da Konami.

Além de confirmar que a captura de movimentos de estrelas como Norman Reedus e Mads Mikkelsen já estavam feitas e prontas na primeira metade de 2016, Kojima revela que o motor escolhido para desenvolver o jogo apenas foi seleccionado no Outono de 2016 - há menos de três anos.

Kojima também partilhou fotos de eventos e algumas com Reedus, Mikkelsen e Guillermo Del Toro, com quem estava a colaborar em Silent Hills, jogo cancelado pela Kojami.

Kojima confirmou que Death Stranding chegará no final de 2019 e partilhou um novo trailer repleto de gameplay.

Além de uma amostra do mundo, exploração, Beached Things e da "realidade invertida", Kojima mostrou a grande estrela de Death Stranding - a escada.

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.