World of Warcraft: Legion - Antevisão

A Legion está de volta!

Após um ano e meio de Warlords of Draenor, a Blizzard está quase pronta para nos presentear com a continuação de World of Warcraft com a expansão “Legion”.

Depois da Blizzcon, ficamos a saber muitos dos detalhes que viriam a ser aplicados nesta nova expansão. Cada vez mais e mais conteúdos foram adicionados durante a Alpha do jogo, e mais conteúdos continuam a ser adicionados na Beta. Como seria de esperar, o Eurogamer Portugal teve acesso à beta, mas importa sublinhar que isto não passa de uma versão de teste e nem todas as coisas que vimos poderão aparecer na versão final da expansão.

Tal como as expansões anteriores, a história desenvolve-se à medida que as ditas Quests são cumpridas. Em Legion a Blizzard decidiu apostar num novo sistema, o sistema de escala. Este mesmo sistema faz com que o jogador escolha onde quer começar a evoluir a sua personagem, podendo assim escolher entre Azsuna, Val'Sharah, Highmountain e Stormheim.

Durante o anúncio da expansão ouve outra zona que foi mencionada mas nunca mais foi referida, até à pouco. A zona em questão é Thal'Dranath. Foi anunciado pelos próprios desenvolvedores que esta ilha não estará disponível durante a beta nem nas primeiras partes do jogo, pois estão a guardá-la para algo melhor. Voltando ao sistema de escala, temos que admitir que foi uma ótima ideia. Todos temos preferências em zonas ou em partes da história, e cada zona contribuirá para o maior desenvolvimento da história de Warcraft.

Apesar de sabermos o que se está a passar através das quests e dos diálogos, não há nenhuma cinemática na beta, prevenindo assim que grandes acontecimentos não sejam mostrados de maneira tão explicita. Legion terá imensas cinemáticas para os amantes da história e cada acontecimento durante a experiência de leveling deixar-nos-à com aquele nó na garganta de querer saber mais sobre o que acabou de se passar ou sobre o que virá a seguir.

"Este mesmo sistema faz com que o jogador escolha onde quer começar a evoluir a sua personagem"

Outra característica chave desta expansão é devolver a identidade de cada classe e de cada spec. Para isto foram-nos dados os novos sistemas de “Artifact” e “Class Order Halls”.

Começando com os Artifacts, são armas com um enorme poder e com história pode detrás, sejam armas que pertenceram a antigos inimigos, de velhos aliados, ou até mesmo abençoadas pelos próprios Titans. Cada Artifact tem a sua própria árvore de talentos, habilidades especiais e barra de experiência. Com isto, cada Artifact evolui junto com o jogador, valendo-se de algo que é conhecido como “artifact power”, que estará presente em certos objetos ganhos ao longo do jogo. Quanto mais artifact power, mais habilidades, e com isso mais poder.

1
Para que todos as personagens se mantenham distintos, cada artefacto terá as suas opções de personalização

Apesar de tudo isto, a Blizzard não se esqueceu das pessoas que adoram tornar tudo mais bonito para a personagem, e com isso, dá a opção de personalizarmos o nosso Artifact com variadas cores, formas, ou até fazê-los tomar os contornos de uma arma que tenha sido ganha no passado.

Cada spec de cada classe tem direito ao seu próprio Artifact, que terá de ser ganho ao vencer um cenário com acontecimentos épicos. Cada cenário colocará à prova as capacidades do jogador e contribuirá para a história da classe em si bem como para a história da expansão no geral, e para o próprio Class Order Halls. O Class Order Halls é nos mostrado imediatamente a seguir a conseguimos o nosso Artifact. Lá dentro vemos imensas personagens icónicas que nos acompanharam durante a vasta historia de Warcraft, que nos ajudarão a combater a Burning Legion, a descobrir o nosso Artifact. e a resolver o que ficou por resolver quando o obtivemos.

Com o Order Halls temos acesso a estas mesmas personagens icónicas para missões e nas quests. Porém, temos admitir que apesar do conceito ser muito diferente do Garrison do Warlords of Draenor, o sistema é muito similar. Além de termos que evoluir o nível destes heróis , ainda temos que lhes arranjar melhor equipamento e mandá-los em missões para ganhar dinheiro ou artifact power para nós. O Class Order Halls não é um Garrison 2.0, mas também não parece aquele conceito dos cavaleiros da tábua redonda que os desenvolvedores pretendiam.

Voltando à personalização, Legion trás um novo sistema de Transmogryph chamado de “Wardrobe” (Guarda-roupa). Este novo sistema é sem dúvida um alívio para os jogadores que têm o banco e a Void Storage a rebentar com peças de equipamento guardadas para futuros sets de Transmogryph. Com este novo sistema o vosso problema acabou. O Wardrobe guarda automaticamente todos os visuais de qualquer peça de equipamento, arma ou enchant para que possam ser aplicados sem que o jogador precise de ter o item em si, e como bónus, até mesmo items ganhos em quests passadas que não foram escolhidos serão adicionados à coleção. Sem dúvida uma ótima jogada, porém, há certos ajustes a fazer com a classe de demon hunter, que mantém sempre o peito exposto para as tatuagens serem visíveis, e isso por vezes pode fazer um corte brusco na textura de algumas armaduras.

2
A equipa de desenvolvimento admitiu que “Halls of Valor” é o seu maior feito a nível visual numa dungeon:

"Ainda há muitas coisas por fazer e melhorar até ao lançamento oficial"

As dungeons que neste momento estão disponíveis têm visuais fenomenais. Os inimigos menores nelas conseguem manter um certo equilíbrio contra os jogadores, ou seja, não se desfazem com as primeiras 10 pancadas, mas também não são precisas táticas excessivas. Algumas das boss figths precisam de alguma atenção em certas mecânicas, pois certos Bosses são demasiado fáceis e nem chegam a tirar o dano que deveriam num ataque que pode ser interrompido. Apesar da Blizzard ter dito que esta será a expansão que dependerá mais das dungeons, ainda não encontramos motivos para as fazer, tirando as quests de fim de zona.

Apesar do longo período de testes, há que realçar que ainda há muitas coisas por fazer e melhorar até ao lançamento oficial. Uma beta está sempre sujeita a alterações. Legion promete ser a expansão que voltará a colocar World of Warcraft no rumo certo, porém os jogadores terão a palavra final quando ficar disponível dia 30 de Agosto deste ano.

Salta para os comentários (1)

Sobre o Autor

Sérgio Luz

Sérgio Luz

Redator

Um grande aficionado por RPGs e por todo o tipo de jogos que o PC abrange sejam MMOs ou MOBAs. Adora jogos que tenham histórias complexas e bem construídas, não deixando de lado jogos tais como Kingdom Hearts, Final Fantasy e Persona.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (1)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários