WWE 2K14 - Antevisão

Passagem de testemunho.

Assim de memória, o Wrestling teve dois picos de fama em Portugal, na altura que eu era miúdo e as transmissões passavam na RTP, com o Tarzan Taborda a comentar e lutadores como Hulk Hogan, Yokozuna ou Bret Hart, e mais recentemente com a explosão na Sic Radical, com Triple H, John Cena ou o Batista como alguns exemplos de cabeças de cartaz. Ainda que alguns fãs sejam transversais à história do desporto, esta diferença está claramente ligada a duas gerações distintas, grupos que WWE2k14 deste ano procura aproximar.

Como sabemos a franquia passou da THQ para a 2k, e não nos vamos enganar, estamos habituados a produtos de grande qualidade daqueles lados. A primeira coisa que a 2k discutiu teve a ver com a direção do produto, para onde pretendem apontar. Existe um grupo de veteranos que apesar de ainda gostarem do desporto, se têm vindo a desligar dele, eu próprio não sigo a "série" há alguns anos, sendo que é importante conhecer as particularidades dos lutadores para apreciar o desporto. Digamos que vale tanto pelas execuções físicas como pelas interpretações cheias do entretenimento tipicamente Americano.

Para conseguir essa abrangência, decidiram aproveitar a celebração dos 30 anos da Wrestlemania no próximo ano, para os que não sabem, este é o maior evento anual da modalidade, e onde normalmente acontecem os maiores combates, é o momento de maior coroação para os campeões, e onde todos ambicionam participar. Assim, WWE2k14 vai oferecer o modo Wrestlemania em adição aos modos tradicionais, com a possibilidade dos jogadores desbloquearem e participarem nos combates históricos das Wrestlemanias anteriores.

Não ficou claro exatamente como tudo será desbloqueado, mas existirão cerca de 380 diferentes elementos para desbloquear, desde vídeos de momentos históricos, fatos para os lutadores, arenas, fotos e claro, personagens jogáveis, dentro de um gigantesco roster de lutadores. Estavam poucos disponíveis na versão que pude ver, mas recentemente já pudemos ver exatamente o nível de variedade que a Yukes preparou para este WWE 2k14.

Durante a demonstração vi muitas caras conhecidas (Stone Cold!), e um combate famoso na Wrestlemania de 1990, dia 1 de Abril, quando Hulk Hogan e o Ultimate Warrios puseram o título em jogo. O enquadramento do combate estava impressionante e com uma autenticidade notável, os comentadores eram os mesmos da época, o ringue estava fielmente recriado, e até as t-shirts que os fãs utilizavam na multidão eram as mesmas da altura. Para levar a coisa ao limite, até o som do público foi retirado diretamente de uma partida da WWE.

Claro que nesses tempos os combates não envolviam o mesmo nível de valores de produção que vemos hoje e os lutadores entendiam que quanto mais nus estivessem melhor, mas a fidelidade destes momentos promete fazer as delícias dos fãs da modalidade. Uma particularidade do jogo é o facto da qualidade da imagem ir transitando progressivamente para o HD, ou seja, o combate de 1990 que vimos tinha uma imagem mais esbatida tal como as transmissões televisivas da época, mas se jogarmos um combate moderno a imagem já vai ser em HD.

O jogo estava a correr numa Xbox 360, e claro que tendo em conta que o combate funciona no tal estilo esbatido de imagem, parecia correr num bom ritmo. Existirão mais animações que nunca, aproveitando também alguns golpes específicos de alguns lutadores, os chamados "signature moves". A navegação foi outra das principais preocupações, se nos lembrarmos, este sempre foi um dos maiores defeitos dos jogos de Wrestling, o movimento dos lutadores eram sempre muito robóticos, algo salientado pelo facto de estarmos circunscritos ao espaço limitado do ringue.

Foram mostrados vários aspetos do gameplay, deste os movimentos de contexto, habilidades que ficam disponíveis se cumprirmos determinadas condições, os "comebacks", que como o nome indica, são momentos em que um lutador pode emergir depois de estar numa situação de clara desvantagem, é típico no Wrestling. QTE (quick time event) e objetivos históricos, que são desconhecidos até serem efetuados e representam algum movimento ou golpe que foi marcante em determinado combate no passado.

Claro que o sistema vai continuar basicamente o mesmo, com a conhecida troca de chapadas, pontapés ou "grapples" que podem ser contrariadas se o adversário acertar o "timing" e o tipo de defesa. É como jogar pedra-papel-tesoura até desgastar o oponente o suficiente para o derrotar com a máxima espectacularidade possível. A ação pareceu-me um pouco mais rápida e fluida, mas no geral o "feel" do jogo mantêm-se familiar.

"...nada melhor que espancar um amigo devagarinho, até terminar com ele com um golpe especial em grande estilo."

Em relação aos modos de jogo, para lá do Wrestlemania todos os jogadores estão curiosos por uma vislumbre do modo Universe, onde podemos controlar todas as vicissitudes do desporto, escolher os atletas participantes, as competições, os cintos, as equipas, e até as rivalidades que cada personagem mantém com outros. Este modo não foi anunciado oficialmente, mas foi como que confirmado por um dos produtores que esteve connosco na Gamescom, e mais tarde surgiu no guia de estratégia dedicado ao jogo.

Será um título com conteúdo adicional, não sabemos exatamente quantos lutadores estarão disponíveis na caixa inicial, mas por exemplo o Ultimate Fighter é um extra em DLC, talvez também um bónus de pre-order. Ficamos curiosos quando à possibilidade de um multijogador online, os anteriores títulos Smackdown vs Raw eram divertidíssimos no formato de multijogador local, nada melhor que espancar (literalmente) um amigo devagarinho, até terminar com ele com um golpe especial em grande estilo. As infraestruturas a que a 2K tem acesso permitem-nos esperar por modos competitivos na rede, diria que é quase obrigatório.

Não é de esperar grandes mudanças num título que tem tantos fãs, mesmo estando sob alçada de uma nova editora. Vai ser curioso ver quais são os planos para os jogos com o selo 2K na próxima geração, mas para já, WWE2k14 vai estar disponível na PlayStation 3 e Xbox 360 no início de Novembro, nós cá estaremos para saber se a troca de pastas foi benéfica para a qualidade global da experiência.

Salta para os comentários (4)

Sobre o Autor

Aníbal Gonçalves

Aníbal Gonçalves

Redator  |  Darthyo

MMOs e RPG são com o Aníbal. Aliás existe um rumor na redação que a sua primeira casa é o World of Warcraft. Mas às vezes também o vemos a fazer uns exercícios. Não é mau de todo.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários