DICE explica a inexistência de uma versão Wii U de Battlefield 4

Estúdio não queria sobrecarregar a sua equipa.

Battlefield 4 foi revelado oficialmente hoje, estando confirmado que chegará este outono às lojas em versões para o PC, PlayStation 3 e Xbox 360. A nova consola da Nintendo, a Wii U, ficou de fora. Porquê?

Esta foi a questão que o Videogamer colocou a Lars Gustavsson, o diretor criativo de Battlefield 4.

Gustavsson justificou a inexistência de uma versão Wii U com o argumento de que é preferível que a equipa ofereça algo bom em vez de arriscar esticar a equipa com trabalho adicional.

"Para mim, como diretor criativo, a prioridade é oferecer um grade jogo e experiência. Algumas vezes, pelo menos para nós, o foco está na dedicação ao que fazes e conheces bem, de forma a assegurar que ofereces algo bom em vez de esforçares-te demasiado e arriscar."

Ainda assim, uma versão Wii U parece ser possível. Gustavsson disse que, continuando a sua explicação, que é "preferível olhar para o futuro e considera o que poderá ser feito" em vez tentar demasiado e falhar.

Salta para os comentários (53)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Digital Foundry | Star Wars Jedi: Fallen Order - Patch aperfeiçoado da PS5/Xbox Series - todas as atualizações testadas

Uma nova versão nativa da aplicação vs. o patch de retrocompatibilidade existente.

Recomendado | Guilty Gear Strive review - Porrada complicada

Arc System Works tenta criar fórmula mágica para casuais e hardcore.

Death Stranding: Director's Cut com mecânicas furtivas

Jogo já foi classificado e é exclusivo PlayStation 5.

Abandoned da Blue Box terá eventualmente versão para PC

Misterioso estúdio confirma no Twitter.

Comentários (53)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários