Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Need for Speed: Most Wanted - Análise

Sentido de adaptação.

Mas nada é perfeito, o jogo possui determinados problemas, alguns deles até inacreditáveis, como nos eventos onde temos que fugir da polícia. Saltar de um penhasco não impede que a polícia se junte ao suicídio. Posteriormente o nosso carro reaparece sem polícias por perto, um processo rápido para completar o evento com o melhor tempo. Outro grande erro é quando estamos a fugir, novamente da polícia, e nos atiramos deliberadamente para dentro de água, reaparecemos muitas vezes em locais onde a polícia está mais afastada, ganhamos dessa forma vantagem e tempo na tentativa de os despistar.

Também não faria mal ao jogo a inclusão de determinadas opções. Uma boa adição seria a colocação de indicações visuais ao longo do itinerário a percorrer até determinado destino, sempre que iniciamos um novo evento. Olhar para o pequeno mapa para verificar se estamos no caminho certo nem sempre é tarefa fácil, cria alguma confusão, ter que olhar para o mapa e ao mesmo tempo evitar os acidentes e despistes. Felizmente, quando os eventos são repetidos, existe a possibilidade de saltar diretamente para os mesmos.

Need for Speed Most Wanted adquire outra dimensão quando se passa para o multiplayer, embora não tenha ficado inteiramente convencido com sistema que organiza os diversos eventos. Existe alguma confusão, com jogadores completamente desinteressados do que realmente se tem que fazer. Tudo é gerido automaticamente através do SpeedList, que determina quais serão os cinco eventos de cada ronda. Os eventos têm início em determinados locais de Encontro, para onde temos que nos dirigir. Os eventos são vários, desde desafios por equipas, corridas individuais e por equipas, e testes de velocidade.

Inicialmente não temos muitos carros, mas à medida que vamos adquirindo Speed Points, as grandes máquinas começam a ficar à nossa disposição. O sistema é basicamente o mesmo do modo para um jogador, onde os pontos vão permitir subir o nosso estatuto e desbloquear personalizações para cada carro.

"Algo falhou no multiplayer, não existe um grande apelo para competir contra jogadores que não se sabem comportar."

Algo falhou no multiplayer, não existe um grande apelo para competir contra jogadores que não se sabem comportar. Um sistema de penalizações faria bem a este modo. Também não existe muita informação sobre os eventos, muitos jogadores andam perdidos pela cidade, outros iniciam os eventos em sentido contrário ao que seria desejado. Como é possível iniciar uma corrida por voltas com o nosso carro virado em sentido contrário ao da corrida? Não dá para compreender.

Também não temos muita noção do que nos aguarda nas corridas. Há itinerários que requerem determinados tipos de pneus, de caixa de velocidade, chassi diferente, mas só nos apercebemos disso quando já estamos em competição. Algumas coisas ficaram por fazer, mais opções fariam que este MP atingisse outro patamar.

Globalmente, Need for Speed Most Wanted é um pacote bem apetrechado, que apenas falha um pouco no seu modo para múltiplos jogadores. É uma pena, o transporte da qualidade do singleplayer deveria ter sido mais bem elaborado, e sobretudo, mais aproveitado. Contudo, não deixa de ser uma boa abordagem ao já longo percurso da franquia. Para quem jogou NFS em 1994, como é o meu caso, é gratificante ver que não perdeu o sentido de adaptação ao longo dos seus 18 anos de existência.

8 / 10

Descobre como realizamos as nossas análises, lendo a nossa política de análises.

Sobre o Autor

Adolfo Soares avatar

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Comentários