Xbox Series FPS Boost: cinco jogos Xbox One correm agora com frame-rate 2x superior

Testada a retrocompatibilidade em títulos a 60/120fps.

A Microsoft levanta hoje o véu da sua novíssima tecnologia FPS Boost - uma série de ajustes a nível de sistema que permite que os títulos Xbox One antigos funcionem com o dobro ou mesmo o quádruplo da taxa de fotogramas nas consolas Xbox Series. Far Cry 4, Watch Dogs 2, UFC 4, Sniper Elite 4 e New Super Lucky's Tale são os primeiros cinco títulos a suportar a nova funcionalidade - e tivemos a oportunidade de os testar a todos. As primeiras impressões são impressionantes e a experiência de jogo é transformada em cada jogo.

Já vimos uma duplicação do desempenho em jogos mais antigos a correr na nova vaga de consolas, é claro. Vimos Days Gone, Ghost of Tsushima, The Last Guardian e God of War na PlayStation 5, enquanto os títulos que originalmente já correm com frame-rates desbloqueados também podem ser aproveitados para a potência extra das consolas Xbox Series e PS5. A diferença com o FPS Boost é que a equipa da Microsoft que trata da compatibilidade Xbox está desta vez a fazer a sua magia para ajustar os frame-rate caps ao nível do Direct3D, aumentando o desempenho dentro do sistema, sem quaisquer alterações ao código original. No que diz respeito aos jogos, ainda estão a funcionar com as suas taxas de fotogramas originais.

Em anteriores declarações por parte dos PR da Microsoft, a equipa Xbox falou em duplicar o desempenho ao nível básico, é exatamente isso que é entregue. Todos os cinco títulos revelados hoje funcionam a 30 fotogramas por segundo na Xbox One S - e quatro deles funcionam agora a 60fps em ambas as consolas Xbox Series. A exceção é o New Super Lucky's Tale: este tem como alvo 4K60 na Xbox One X e 1080p30 no Xbox One S. Este é lançado até 4K120 e 1080p120 nas consolas Series X e S respetivamente - por isso sim, é um quadruplicar do desempenho comparando a One S com a Series S. Não há outras alterações ao jogo em termos visuais, mas o aumento do desempenho é palpável: como vimos em Ori and the Will of the Wisps, os jogos de plataformas proporcionam uma experiência maravilhosamente nítida a 120fps - e as consolas Series entregam isso na íntegra. O novo Super Lucky's Tale está no Game Pass, dando um fácil acesso para os utilizadores das Xbox Series, e verificar como este se encontra.

John Linneman e Rich Leadbetter do DF sentam-se para discutir as suas conclusões sobre os primeiros cinco títulos Xbox que suportam o FPS Boost nas consolas Series.

A escolha geral dos títulos pode parecer um pouco estranha - gostaríamos de ter visto um clássico genuíno da geração anterior incluído no alinhamento, mas ainda há muito para desfrutar aqui. Quase nos tínhamos esquecido de como Far Cry 4 era bonito no passado, e também funcionava muito bem no hardware original da Xbox One, bloqueado ao seu alvo 30fps. O FPS Boost bloqueia a experiência a 60 fotogramas por segundo, quer se esteja a jogar na Series X ou na Series S. O jogo nunca recebeu suporte Xbox One X, por isso a resolução é limitada a 1440x1080 - mas ainda se mantém, graças em grande parte ao seu anti-aliasing HRAA, uma forma precoce mas ainda impressionante de super-amostragem temporal. Independentemente disso, está completamente bloqueado a 60fps, e não existe nenhum dos problemas de stuttering que notámos no passado na versão para PC. Vale bem a pena revisitar.

Watch Dogs 2 é também uma experiência interessante na medida em que a duplicação do desempenho é na realidade a expectativa mínima - o FPS Boost proporciona mais do que isso na realidade. A sequela da Ubisoft correu na Xbox One S com uma resolução de 900p, com um limite de 30fps. Infelizmente, teve dificuldade em manter esse nível de desempenho - as quedas da taxa de fotogramas eram comuns durante a travessia e em cenas mais intensas (perseguições policiais, por exemplo). Mais uma vez, quer esteja a jogar nas consolas Series S ou X, a experiência está totalmente bloqueada a 60fps - mesmo em travessias mais rápidas. Este é outro título com altas exigências de CPU no PC, mas é um passeio nas consolas Series S. Funciona muito bem, mas com anti-aliasing relativamente simplista, onde a resolução de 900p também ajuda.

Sniper Elite 4 vale bem a pena dar uma vista de olhos. No passado, testámos o jogo na Xbox One, PS4 e PS4 Pro e todas as versões correram a 1080p nativos, com as plataformas Sony a correr com uma taxa de fotogramas desbloqueada e a Xbox One ligada a um máximo de 30fps. Infelizmente, atingir esse alvo era problemático - Sniper Elite 4 cairia frequentemente para valores mais baixos, acompanhado por um intrusivo screen-tearing. A imagem de marca do jogo, as mortes com efeito X-Ray, também se observava tearing e perda de fotogramas. Correr numa consola mais poderosa via retrocompatibilidade resolveria este problema, mas o FPS Boost vai mais longe ao remover o bloqueio de 30fps. Agora, tanto a consola Series S como a Series X entregam 1080p60 na sua maioria, proporcionando uma experiência muito, muito superior. Curiosamente, algumas cenas mais pesadas e mortes com efeito X-Ray podemos ver a Series S cair para o nível médio de 50fps ou mais baixo em casos mais extremos, mas tearing desapareceu e a experiência aguenta-se muito bem no geral. Passámos um pouco de tempo a correr o jogo na Series X, o qual foi impecável. Com algumas limitações tecnológicas, este jogo brilha realmente - está no Game Pass e vale a pena verificar na sua nova encarnação.

perf
Duplicar o desempenho é bom, mas o New Super Lucky's Tale vê na realidade a Xbox Series S fornecer quatro vezes o desempenho da versão Xbox One S.

Para o fim temos o UFC 4 da EA. Mais uma vez, os jogos de combate beneficiam de níveis de desempenho mais elevados, pelo que o 900p30 com falhas ocasionais na Xbox One S transforma-se num 900p60 consistente no Xbox Series S. Olhar para este título na Series X é interessante: inclina-se para o codepath da Xbox One X, onde originalmente havia uma escolha entre 1080p60 e 1800p30, modos de desempenho e qualidade. Também interessante é que não importa qual a opção escolhida, as cutscenes correm sempre a 30 fotogramas por segundo, independentemente do modo escolhido. Na Series X, o modo de qualidade 1800p agora funciona a 60 fotogramas por segundo, enquanto todas as cutscenes em todos os modos estão também bloqueadas aos mesmos 60fps. É um título interessante na medida em que mostra que isto não é uma duplicação pura do desempenho em toda a linha (o modo 1080p60 ainda funciona a 1080p60), mas é claro a partir deste título e do New Super Lucky's Tale a equipa da compatibilidade tem um número razoável de alavancas que podem puxar para ajustar a experiência com base no título.

Todos estes jogos com melhorias através do FPS Boost estão agora disponíveis para todos os utilizadores Xbox Series jogar, e todos eles merecem ser investigados - e suspeitamos que, tal como nós, ficarás impressionado com a melhoria e ficarás com fome de mais, especialmente para os jogos melhorados Xbox One X que deverão proporcionar um pouco mais de impacto para os utilizadores da Series X. Se há uma pequena deceção, é que três dos cinco jogos lançados hoje nunca receberam atualizações Xbox One X. Por conseguinte, a melhoria baseia-se apenas no desempenho, e uma experiência de baixa resolução fica um pouco aquém nas consolas Series X. Independentemente disso, atualizações de desempenho desbloqueadas para jogos antigos é uma coisa muito boa - especialmente porque é provável que as atualizações de desenvolvimento para títulos mais antigos estejam a caminho. O FPS Boost também se integra com o Auto HDR e pode parecer ótimo, especialmente em Far Cry 4 - outro motivo para revisitar um jogo realmente impressionante.

Salta para os comentários (18)

Sobre o Autor

Richard Leadbetter

Richard Leadbetter

Technology Editor, Digital Foundry  |  digitalfoundry

Rich has been a games journalist since the days of 16-bit and specialises in technical analysis. He's commonly known around Eurogamer as the Blacksmith of the Future.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Cole Cassidy é o novo nome de McCree de Overwatch

Efeitos do processo legal que a Activision enfrenta.

Jogos Project Zero poderão receber mais remasters

Koei Tecmo ficou surpresa com as reações.

Netflix não comprará estúdios de jogos a torto e a direito

Estará atenta a oportunidades que façam sentido.

Abertas as reservas para Cotton 100% e Panorama Cotton

Strictly Limited Games e ININ Games celebram 30 anos da série.

Comentários (18)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários