Concrete Genie - análise - Luminescência Artística

O poder da amizade.

Concrete Genie é o mais recente exclusivo para a PlayStation 4 vindo da Sony Interactive Entertainment, que volta a demonstrar não ter medo de apoiar jogos que transcendem os moldes tradicionais, Neste caso, é um prazer maior pois temos um jogo que coloca em primeiro plano o lado mais artístico. Desenvolvido pela Pixelopus, é apenas o segundo jogo deste pequeno estúdio e mais uma motivante amostra do tipo de vitamina que a diversidade representa para a energia desta indústria. Concrete Genie é um jogo diferente de praticamente tudo o que joguei e se tivesse que encontrar algo similar, apenas poderia referir o saudoso Jet Set Radio - no qual percorres uma cidade para pintar nas ruas.

No entanto, ao contrário do jogo da SEGA com a sua postura tão excêntrica quanto Japonesa, Concrete Genie é um jogo mais introvertido, repleto de charme, no qual o foco está em problemas pertinentes da nossa sociedade e transmite mensagens positivas. Por vezes, mostra o lado mais duro da vida, mas destaca a esperança e a luz nas trevas. Numa era de redes sociais onde podes ser quem tu quiseres para escapares a quem realmente és, Concrete Genie explora como há sempre uma solução e como a violência apenas tem um impacto negativo. Estas mensagens, tão simples, mas tão valiosas e actuais, são feitas através de um envelope incrivelmente artístico e doce, sendo candidato a um dos jogos mais "doces e encorajadores" que já joguei.

Isto é alcançado através de Ash, um jovem rapaz que tenta combater o espírito depressivo que se instalou na sua pequena cidade, chamada Denska. Uma sombra do que outrora foi, Denska está praticamente desabitada e incentivado pelas memórias de melhores dias, Ash combate a solidão com o seu fiel caderno de esboços. Nele, estão todos os monstros e paisagens que desenha para se alegrar. Concrete Genie usa mensagens claramente assentes na nossa realidade, na qual o perigo da depressão e exclusão parecem cada vez maiores e os noticiários apenas servem para nos assustar. Num contexto mais específico, fala também no bullying e no impacto desmoralizante na vida de uma criança/adolescente. Isto é feito através de um grupo de rufias da idade de Ash, que teima em gozar com ele e quando apanha o seu caderno, espalha as páginas pela cidade e enviam-no para um farol abandonado.

Irritado e visivelmente perturbado pela insistência destas crianças em libertar nele a frustração acumulada nas suas próprias vidas, Ash acaba por encontrar um espírito (Genie) que lhe dá um pincel mágico - capaz de dar vida a outros Genies e colorir a cidade poluída e tristonha. Munido com o seu pincel especial e sem perder a esperança, Ash embarca numa missão pessoal em Denska para recuperar as páginas do caderno e dar cor aos locais que o marcaram. Para ti, isto significa resolver quebra-cabeças e pintar - uma mistura bastante divertida, alegre e singular. É um jogo com uma alma incrivelmente doce, repleto de mensagens encorajadoras e por isso mesmo perfeito para as famílias.

Um jovem artista com alma de ouro

Algo que devo desde já referir é que Concrete Genie é um jogo relativamente pequeno na sua duração e escala. Dura cerca de 6 horas e existem quatro áreas principais para explorar, mas a sua menor escala permite-lhe desfrutar de grande coesão e não dispersar o seu foco. Pessoalmente, foi inesperadamente reconfortante numa era em que tudo parece ser exageradamente grande e em mundo aberto, atestando a sua singularidade. A atenção está na qualidade da experiência e do gameplay que te apresenta, algo que, como referido, tem pouco que seja comparável na indústria. Concrete Genie é um jogo que combina a narrativa e arte visual de bela forma, cujas mecânicas simples cumprem o seu propósito: divertir num contexto artístico.

Na sua jornada para recuperar as páginas do caderno e pintar Denska, Ash terá de o fazer sem ser apanhado pelos rufias e precisará da ajuda dos Genies (criaturas especiais que pinta). O esquema de controlos em Concrete Genie é altamente acessível e fluído, sendo fácil saltar entre telhados e a qualquer momento sacar do pincel para pintar uma das várias paredes dos distritos disponíveis. Concrete Genie é um jogo pensado para jogadores de todas as idades e a Pixelopus apresenta uma acessibilidade que encaixa bem no espírito do jogo. Isto significa que tens um mapa que te indica para onde ir e indicações visuais para os objectivos. O propósito aqui não é complicar ou dificultar, é permitir que o seu esplendor artístico reine através da fluidez.

concrete_genie_ps4_eurogamer_portugal
A estética está repleta de charme e a quantidade de detalhes num só local pode surpreender.

Concrete Genie não reserva espaço para artificialidades na sua essência e pretende que desfrutes da sua arte e narrativa com uma acessibilidade saudável. No entanto, terás de ter em conta que Ash apenas conseguirá seguir em frente com a ajuda dos Genies e para tal, terás de pintar à vontade as paredes com lâmpadas, mas em alguns pontos terá de satisfazer os desejos dos Genies. O intuito acaba por ser a expressão artística individual com as ferramentas que são dadas e o efeito é visível na cidade. Por diversas vezes, fiquei encantado ao descobrir que as minhas pinturas permaneciam tal como as pintei ao regressar a locais onde já tinha estado, mesmo nas cutscenes que usam o motor de jogo.

Concrete Genie pede-te para dar vida a espíritos (vindos directamente do caderno de Ash) e podes personalizá-los com alguns itens que ele desenhou, o que te permite criar Genies diversificados. Frequentemente, precisarás de Super Tinta para pintar em paredes cobertas por trevas e isso significa satisfazer alguns dos pedidos dos Genies para a obter. Os Genies ajudam-te a solucionar os quebra-cabeças, nada muito difícil, mas completamente enquadrados com o tom da restante experiência. Até porque jamais ficarás sem saber o que fazer, graças ao sistema de dicas da Pixelopus.

Uma experiência diferente

O conceito de andar por uma cidade a pintar livremente (excepto nos locais onde tens de satisfazer os pedidos dos Genies) para ultrapassar mais um quebra-cabeça e dar cor aos edifícios é raro de ver e incrivelmente artístico. Também é refrescante e divertido. A Pixelopus merece elogios por não abdicar da sua vontade de explorar uma vertente diferente na indústria e Concrete Genie mostra que foram inteligentes nesta abordagem. A jornada de Ash é muito inspiradora e alegre, tornando-se muito divertido pintar as paredes apenas para ver a transformação dessa zona numa versão colorida e vibrante. As pinturas luminescentes de Ash e a forma como os Genies passeiam alegremente pelos cenários facilmente te deixarão a sorrir.

Concrete Genie não é um jogo revolucionário, é um jogo artístico e visualmente apelativo. A Pixelopus esforçou-se imenso para que a iluminação, pinturas, Genies, personagens e toda a qualidade gráfica seja de grande qualidade e em sintonia com o tom das cenas. A atmosfera de Denska sofre diversas alterações devido às tuas acções e a forma como isso é tão perceptível é um dos maiores prazeres no jogo. A banda sonora de Sam Marshall também contribui imenso para isso e também poderás jogar com as vozes em Português de Portugal - perfeito para os jogadores mais pequenos aí em casa.

A dada altura, Concrete Genie tem mais do que pintar paredes e até mostra um pouco de combate, revelando inspiração em jogos como inFAMOUS e até Uncharted - em certas secções parece que estás perante um Ash Drake a escalar paredes. O uso dos controlos por movimento para pintar (podes alternar para o analógico direito o controlo do pincel) é muito mais intuitivo do que pensava e terminei Concrete Genie de uma assentada, não conseguindo parar à espera de ver a próxima secção e desenrolar dos acontecimentos. Os controlos fluídos, as mecânicas simples mas eficazes, a grande qualidade visual e todo o contexto artístico de um jogo com uma alma doce fizeram de Concrete Genie uma surpresa extremamente agradável.

1
Denska é representada através de 5 locais diferentes, com diversos momentos Kodak.

Como disse no início, Concrete Genie é mais uma amostra da diversidade no catálogo da Sony Interactive Entertainment e mostra uma postura arrojada ao apoiar aquele que é apenas o segundo jogo de um pequeno estúdio. Em troca, a aposta é recompensada com um jogo incrivelmente artístico, abundante em mensagens que terão impacto tanto nas crianças como nos adultos. É um pequeno e adorável jogo, repleto de charme e cor, que vibra com simplicidade. Além disso, é diferente de praticamente tudo o que já jogaste, algo que conciliado com a qualidade que enverga, se torna num dos maiores trunfos de Concrete Genie.

Prós: Contras:
  • Uma experiência repleta de mensagens válidas para crianças e adultos
  • Design artístico simples, mas inspirado
  • Grande qualidade gráfica
  • A banda sonora é um fantástico complemento
  • O gameplay é acessível e pintar as paredes é simples
  • Pouco a fazer depois de terminada a história
  • Algumas mecânicas na fase final precisam de refinamento

Lê o nosso Sistema de Pontuação

Salta para os comentários (55)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (55)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários