Persona 5: Royal não permite importar save de Persona 5

EXP ganha será ajustada para dinamizar a progressão.

A Atlus Japan confirmou novos detalhes importantes sobre Persona 5: Royal, um jogo que foi apresentado como uma espécie de remake e não propriamente uma expansão.

Segundo partilhado por Daiki Itoh e Kazuhisa Wada, director e produtor, respectivamente, em conversa com a Famitsu, obrigado Gematsu, a vontade de criar algo grandioso e ambicioso é visível logo no título - Royal foi escolhido como subtítulo para expressar essa vontade em criar um jogo deslumbrante.

No entanto, essa ambição terá o seu custo - Persona 5: Royal será vendido a preço completo e não poderás importar o teu save de Persona 5. Isto significa que começarás uma nova jornada do início, para descobrires todos os novos eventos.

A Atlus diz mesmo que o conteúdo adicionado a Persona 5: Royal eleva-o acima de qualquer outra coisa feita no passado e vai além das expectativas do que viste em Perona 4: Golden.

Se jogaste Persona 5, a Atlus promete recompensar-te de alguma forma e diz que Royal será capaz de ler o teu save para te dar uma prenda, mas não revela o que será.

Além de adicionar novas personagens, eventos e inimigos, a Atlus está a ajudar Persona 5: Royal para afinar a experiência e dinamizar o seu ritmo. Um dos pontos escolhidos para o fazer é através dos pontos de experiência que ganhas - será mais fácil ganhar EXP para seguir a história.

Itoh e Wada revelaram ainda que a nova mecânica "Assist" te vai ajudar a escolher para onde ir, tendo em conta os parâmetros do teu personagem e confidentes para com o simples pressionar de um botão aceder a um destino.

Persona 5: Royal chegará a 31 de Outubro ao Japão e em 2020 ao Ocidente para a PS4.

Salta para os comentários (16)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (16)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários