Borderlands 3 terá micro-transacções para skins e outros cosméticos

Mas não será pay-to-win.

Borderlands 3 não vai escapar às micro-transacções.

Inicialmente, Randy Pitchford, o CEO da Gearbox, deu a entender que não haveria microtransacções, comentando numa transmissão em directo de Borderlands 3 que "não existem micro-transacções nem essas coisas de free-to-play".

"Vamos fazer DLCs espectaculares para a campanha. E estou seguro que vamos fazer divertidas personalizações como cabeças e skins, mas não vamos fazer nada desse lixo free-to-play. Não haverá micro-transacções, não haverá nada dessas coisas que não fazem sentido", explicou Pitchford.

No entanto, Randy Pitchford parece não entender perfeitamente o conceito de micro-transacção, já que Paul Sage, o director criativo de Borderlands 3, disse depois que será possível comprar skins, cabeças e equipamentos auxiliares, mas não serão itens pay-to-win.

Paul Sage também esclareceu que Borderlands 3 não terá uma moeda premium, um tipo de moeda em jogos com micro-transacções que pode ser comprada com dinheiro real para depois ser trocada por diversos itens.

Em relação aos boost de loot e XP incluídos nas edições mais caras de Borderlands 2, a 2K Games esclareceu ao PC Gamer que os benefícios estarão limitados por nível e a peças específicas de equipamento. Por outras palavras, terás um boost inicial, mas não será permanente.

A data de lançamento de Borderlands 3 é 13 de Setembro.

Salta para os comentários (8)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (8)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários