God of War - equipa teve de remover bosses

A ambição chocou com o tempo e recursos.

God of War, um dos recentes exclusivos da Sony para a PlayStation 4, foi aclamado pela crítica e pelos fãs como um jogo ambicioso e grandioso, mas essa ambição chocou com alguns dos planos da equipa.

Cory Barlog, director da equipa na Sony Santa Monica que desenvolveu God of War, partilhou que estavam a planear mais boss fights para o jogo, mas foram forçados a removê-las devido a restrições de tempo e orçamento.

Segundo Barlog, em entrevista com o GamingBolt, "sabes, tive de cortar várias boss fights ao longo do jogo porque simplesmente tínhamos entre 15 a 20 pessoas por cada boss, e esses bosses podem ir de um a dois anos cada."

"Penso que é algo que muitas pessoas subestimam, 'não existem bosses suficientes no jogo!' Estás a ser ganancioso porque apesar de adorar ter mais 10 bosses ali, este jogo teria demorado 20 anos a ser desenvolvido."

Barlog disse ainda que o plano inicial foi "uma história simples, personagens complexos" e que construiriam a partir dessa base o jogo, com um foco na jornada de um pai e do seu filho.

"Não começamos por planear 'isto e aquilo, ele quer matar aquele, ele quer isto'. Esses personagens vieram das interacções na história e do que poderiam oferecer e do conceito de limitar o número - algo pelo qual também fomos criticados."

"Não tem muitas personagens. Não tem muitos bosses. Isso é intencional, 100%. Se olhares para o primeiro God of War, não existem muitos bosses. Não existem muitos personagens. Penso que isso é bom," disse Barlog sobre os conteúdos no novo God of War.

"Penso em God of War 3, adoro-o, mas como o canto do cisne para a mitologia Grega, por isso tem muitos personagens, para os quais passamos os dois jogos anteriores a criar relações. Agora, estamos a introduzir Kratos a um novo mundo e como um peixe que entra num tanque, ele precisa ajustar-se. Precisamos deixa-lo na água por um bocado, antes de o libertarmos e seguir por ele."

God of War está disponível desde 20 de Abril na PS4.

Publicidade

Salta para os comentários (16)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (16)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários