Director de Detroit: Become Human fala sobre a sua experiência na criação do jogo

Enredo demorou mais de 18 meses a ser escrito.

A Quantic Dream está totalmente focada no projecto Detroit: Become Human.

Durante o DICE Summit 2017 o director de Detroit: Become Human, David Cage, falou sobre a sua experiência a escrever as histórias dos seus jogos. Ele revelou que o argumento de Detroit levou muito tempo a ser escrito.

Cage explicou que há uns anos os jogos estavam apenas focados na mecânica e tentavam que os jogadores testassem as suas habilidades. No entanto à medida que os anos foram passando, era necessário uma razão ou um motivo que justifique porquê lutar ou disparar.

O argumento ou história de um jogo é essa razão que faz falta, acrescentou ele. Segundo Gace, os jogos com um bom enredo e narrativa são, na generalidade, os que têm uma percentagem mais alta de jogadores que mais tempo passaram com esses jogos. "As pessoas querem saber o que se vai passar, querem ver o final da história. É isso que os mantêm a jogar," explicou.

Cage comentou que escrever história da forma que ele faz leva "uma quantidade enorme de tempo", de pelo menos 18 meses. Ele acrescentou que Detroid levou muitos mais tempo que isso.

Cage referiu que este processo de criação é uma actividade lenta e até dolorosa. "A escrita torna-se num quebra-cabeças onde precisas que tudo fique conectado," disse ele. Cage disse ainda que tenta sempre encontrar uma forma da história e da jogabilidade falarem entre si de forma coerente.

Detroit: Become Human estará disponível na PS4 no entanto ainda não tem uma data de lançamento definida.

Publicidade

Salta para os comentários (16)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (16)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários