No Man's Sky debaixo de investigação de autoridade Inglesa

Devido à publicidade e promoção ao jogo.

Segundo avançado pelos nossos colegas do Eurogamer em Inglaterra, No Man's Sky está actualmente debaixo de investigação devido à publicidade e promoção feitos ao jogo através do Steam. Após ser contactada, a Autoridade para os Padrões Publicitários confirmou que deu início a uma investigação ao título da Hello Games após várias queixas de pessoas.

A Advertising Standards Authority, ASA, monitoriza a publicidade e material promocional para um produto, tendo o poder para remover publicidades que considere quebrar o código de conduta. Se os visados não acederem à ordem, poderão sofrer sanções e até podem perder fontes de rendimento através de publicidades.

A investigação está neste momento a decorrer, e segundo um queixoso revelou, foi motivada principalmente devido à página do jogo no Steam, que inclui imagens que podem enganar os jogadores quanto ao controverso jogo. A Hello Games e a Valvel foram contactadas pela ASA e terão de responder a várias perguntas.

As imagens e vídeos em questão apresentam comportamento animal mais avançado, combate de larga escala e comportamento de naves do que No Man's Sky apresenta. Outros queixosos dizem até que as imagens não representam correctamente a qualidade gráfica do jogo. Alguns apontam para a referência à falta de ecrãs de carregamento e facções que contestam o território, algo que dizem não estar presente no jogo.

Apesar do Steam ser o ponto principal para as queixas, a ASA dita que qualquer sanção aplica ao jogo se irá estender a outras fontes publicitárias, tais como o canal oficial do jogo no Youtube ou a PlayStation Network.

Um dos queixosos falou sobre o motivo que o levou a apresentar queixa e apesar de ter comprado o jogo sem pedir o seu dinheiro de volta, diz que se sentiu enganado e que algo precisa ser feito. Para ele, companhias como a Valve têm o dever de assegurar que as imagens promocionais dos jogos na sua loja devem ser representativas do que o jogador irá ter.

Depois da controvérsia gerada em torno dos pedidos de reembolso por jogadores que se sentiram enganados com No Man's Sky, o jogo da Hello Games volta a estar envolvido numa situação problemática. Recentemente, Shuhei Yoshida da Sony disse que a culpa passava pela Hello Games e pela forma como promoveu e publicitou o jogo antes do lançamento.

A Hello Games continua a trabalhar em melhorias para o jogo e de momento ainda não se pronunciou oficialmente sobre a investigação da ASA.

Salta para os comentários (40)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Assassin's Creed: Valhalla ganha trailer gameplay e data de lançamento

A Ubisoft mostra um pouco do seu promissor épico.

Watch Dogs Legions chega em Outubro e terá versões PS5 e Xbox Series X

Versões de actual geração dão acesso gratuito às de próxima geração.

Também no site...

Comentários (40)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários