PETA condena Mario por usar peles de animais

Afirma que fato tanooki envia uma mensagem errada.

Depois de terem condenado o facto de se poder matar um rato com uma faca em Battlefield 3, a PETA, organização defensora dos direitos dos animais, voltou-se agora para Mario.

Segundo a sua nova campanha "Mario Kills Tanooki", o famoso fato de Tanooki do ícone da Nintendo envia uma mensagem de que não existe qualquer problema em se vestir peles verdadeiras de animais.

"Quando numa missão para salvar a princesa, Mario é conhecido por usar todos os meios necessários para derrotar o seu inimigo - mesmo usando a pele de um guaxini para lhe dar poderes especiais," é possível ler-se numa mensagem no site oficial da organização.

"O Tanooki pode ser apenas um fato nos jogos de Mario, mas na vida real os tanukis são guaxinis que são esfolados vivos para retirarem as suas peles. Ao usar o Tanooki, Mario está a enviar a mensagem de que não há problemas em usar-se peles."

Para ajudarem a passar a sua mensagem, a organização lançou o seu próprio jogo de plataformas em formato flash com o nome Super Tanooki Skin 2D, onde o jogador controla um guaxini sem pele que persegue Mario para recuperar a sua pele.

Salta para os comentários (38)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (38)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários