Blizzard processa hackers de StarCraft II

Para além do ban, vão para tribunal.

A Blizzard parece não estar para brincadeiras quantos aos hackers de StarCraft II.

Depois de banir jogadores, que usavam de programas para poderem corromper o jogo, agora a companhia entregou uma acção judicial contra três dos hackers.

A Acção judicial foi colocada no tribunal de Los Angeles, e vai contra dos habitantes do Canada, e um do Peru.

De acordo com o GameSpot a Blizzard alega que os programas que estes jogadores usavam iam contra os direitos de licença e os termos da Battle.net, bem como, claro, os direitos de autor.

Uma das acusações é que os responsáveis criaram programas que modificavam, e na verdade destruíam a experiência de jogo de Starcraft II.

Salta para os comentários (17)

Sobre o Autor

Jorge Soares

Jorge Soares

EG.pt Master of Puppets  |  eurogamerpt

Sempre ocupado e cheio de trabalho, é ele quem comanda e gere a Eurogamer Portugal. Queixa-se que raramente arranja tempo para jogar, mas quando está mesmo interessado num jogo, lá consegue arranjar uns minutos. Tem mau perder e arranja sempre alguma desculpa para a sua derrota, mas no fundo, é o que todos fazemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (17)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários