Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

NHL 2K10

Medição de forças sobre o gelo.

O controlo do disco opera-se de uma forma bastante consistente e imediata, sendo suave o sistema de passes por forma a colocar mais depressa perigo junto da rede adversária. À volta do disco há um círculo escuro que facilita a percepção do mesmo, mas mover o jogador e destinar um passe em profundidade, rodar à volta da baliza é algo que se concretiza com regularidade e de forma bastante credível. O maior desafio passa por encontrar os espaços adequados, fugir para as alas, efectuar um passe atrasado e à queima do guarda-redes atirar com firmeza para o fundo. Nem sempre fácil de enfiar o disco no fundo das redes. Um remate rasteiro leva a defesas sistemáticas, daí que o melhor seja apostar na imprevisibilidade com jogadas rápidas e remates fortes para cima.

O gatilho direito permite imprimir mais velocidade ao jogador que patina com o disco. Podem tentar fintar os defesas e puxar para trás o stick, dando mais força ao remate. O manipulo direito serve ainda para rematar mais depressa e direccionar melhor o disco, embora venha a ser utilizada pelos jogadores mais veteranos. Os esquemas de controlo obedecem à forma clássica, predefinida ou mais avançada, sendo a primeira e última compatíveis para os clientes da série. O sistema de desarme dos adversários, intercepção de um passe ou remate estão melhorados, sendo que os defesas estão melhor preparados para assegurar com êxito essas soluções Sem o disco o gatilho direito permite que se façam desarmes, mas atenção, se os adversários forem lestos o caminho para a baliza fica desguarnecido. Apesar da tendência para a facilidade na organização e mecanismos de jogo o processo de adaptação ainda toma algum tempo. Ter em particular consideração os jogadores com melhor índice de creatividade é uma oportunidade para fazer Ovi Dekes na perfeição e confrontos no 1 contra 1. Estas manobras exigem rapidez e coordenação com o stick (manípulo direito) no preciso momento em que estão a aproximar-se da baliza.

Determinação nos momentos fulcrais.

A animação em campo prima por uma maior naturalidade e espontaneidade dos movimentos. Os atletas curvam-se de uma forma bastante credível e espontânea e até a patinagem e velocidade de transporte do disco equipara-se ao que vemos a partir de uma transmissão televisiva. Os gráficos estão melhorados, com uma melhor definição do rosto dos atletas e equipamentos. O público espalhado pelas colossais bancadas dos pavilhões indoor vibra com as jogadas de perigo e há todo um espectáculo de cor e luz em redor daquele rectângulo de jogo. O gelo riscado pelas lâminas das botas, os pedaços que levantam quando os atletas rodopiam e fazem movimentos mais agrestes convencem. Por outro lado uma mini-janela abre-se para dar conta das substituições e mudança das linhas. Por vezes os comentários de jogo não primam pela diversidade, mas são eloquentes, certos e efusivos nas jogadas de grande execução. A vertente sonora cumpre. Animação não falta antes do lançamento inicial do disco e cada vez que há uma paragem de jogo as colunas do estádio debitam músicas de mão dada com a plateia. Podem até adicionar em vez os temas que tenham no disco da consola, a rebate de algo mais personalizado.

Com o avanço dado na vertente on-line, transversal aos modos de jogo individuais, esta versão de NHL alcança uma imediata disponibilidade para o confronto com outros adeptos do género espalhados pela rede. Porém, os modos de jogo não abundam em novidade perante as opções anteriores. Mesmo assim trata-se de uma experiência de grande acessibilidade com um mecanismo de controlo mais simples, eficaz e capaz de proporcionar grandes momentos, reviravoltas no marcador e lances dignos de revisão.

7 / 10

Descobre como realizamos as nossas análises, lendo a nossa política de análises.

Sobre o Autor

Vítor Alexandre avatar

Vítor Alexandre

Redator

Adepto de automóveis é assim por direito o nosso piloto de serviço. Mas o Vítor é outro que não falha um bom old school e é adepto ferrenho das novas produções criativas. Para além de que é corredor de Maratona. Mas não esquece os pastéis de Fão.

Comentários

More Análises

Artigos mais recentes