Análise à Performance: Fallout 4

O Digital Foundry olha para as versões PS4, Xbox One e PC.

Actualização - 13/11/2015

Após a análise inicial, passámos mais tempo com Fallout 4 e fomos capazes de isolar alguns locais que desafiam mesmo o motor. A fábrica em Corvega é um ponto duro e a PS4 sofre o golpe quando chegamos ao telhado (desce para 15fps). Ambas as máquinas sofrem com quedas longas para 20fps em batalhas nos interiores. O tempo dirá a extensão destes locais problemáticos no jogo, especialmente com o acumular de horas. Entretanto, iremos ter em breve um Confronto completo, aprofundado mais cada plataforma.

Um olhar às áreas mais problemáticas da performance de Fallout 4 que vimos nos nossos testes.

Original - 09/11/2015

Quatro anos depois do anterior, a Bethesda regressa do cofre com o altamente antecipado Fallout 4 - adicionando novas tecnologias ao seu Creation Engine na PlayStation 4, Xbox One e PC. Equipado com um modelo de iluminação melhorado, foi confirmado que o desenvolvimento começou com a equipa a converter Skyrim para a Xbox One. No entanto, optimizar para as duas plataformas foi complicado e ao analisar o rácio de fotogramas em cada consola, os resultados são mistos.

Primeiro, confirmamos que ambas correm a 1080p nativa, sem compromissos. Dá-nos uma imagem nítida e para apresentar um mundo pós-apocalíptico que se prolonga por quilómetros, recompensa ter uma imagem nítida. É uma surpresa na consola Microsoft, dada a sua história de cortes na resolução em jogos de mundo aberto. As duas consolas dão-nos ainda anti-aliasing temporal para minimizar o brilho.

Teremos uma análise mais detalhada em breve mas os testes iniciais mostram que as definições gráficas entre as duas consolas estão muito aproximadas. Os mapas de texturas são iguais, com um nível generoso de filtro anisotrópico no chão. Cada uma usa o mesmo nível de screen-space ambient occlusion, igual ao mais elevado no PC e a qualidade dos efeitos é idêntica também. Com tudo tão aproximado em termos visuais, como se portam os rácios de fotogramas?

Fallout 4 é um jogo enorme com muito para explorar - mas os nossos testes pintam uma imagem interessante sobre o nível de performance em cada consola. O jogo tem como alvo os 30fps, com v-sync activada. É o normal nos jogos de consola da Bethesda; em ambientes apocalípticos detalhados, faz sentido ser modesto para ter em conta todas as variáveis. Objectos, sombras e personagens surgem num alcance idêntico nas duas consolas, o ciclo dia e noite e o sistema climatérico também. No entanto, está longe de ser uma situação perfeita em termos de consistência do rácio de fotogramas e nenhuma consegue 30fps sólidos.

Análise ao rácio de fotogramas de Fallout 4 na PS4 e One.

Fallout 4 aguenta os 30fps como regra geral mas as quedas são perceptíveis. Por exemplo, passar entre as grandes áreas nas cidades é um grande esforço para o motor, baixando para 20fps. Como um relógio, cada consola desce ao passar por aquela linha no cenário - sugerindo que os bens estão a ser descomprimidos na hora. Os 30fps são restaurados relativamente rápido ao chegar ao novo local e volta ao normal. No entanto, isto não é ideal quando temos muitos inimigos e a resposta dos comandos sofre - apesar da PS4 conseguir uma vantagem aqui.

Mas isto não é tudo. A Xbox One é única no seu sofrimento com soluços, pausando a experiência até um segundo. É um soluço incrível e correr até aos portões de Diamond City mostra a Xbox One nos 0fps (zero) enquanto a PS4 corre a 28fps. Cada uma tem os seus problemas mas depois de testar em duas consolas diferentes de cada, os resultados são iguais; temos grandes soluços na One ausentes na PS4.

Pode ser momentâneo mas destaca-se com um sabor azedo. A causa é vidente: mesmo com uma instalação de 28GB, os bens têm dificuldades no stream do disco da One. Temos soluços perceptíveis ao caminhar pelo mundo - mas também antes de uma cutscene iniciar, ou mudar de arma. Nas batalhas, trocar para uma arma que não foi usada há muito pode causar um soluço de meio segundo ou um prolongado que quebra o ritmo de jogo. Além disso, o soluço ao sacar uma arma nova (ou atirar um cocktail Molotov) frequentemente coincide com um efeito sonoro atrasado.

Repetimos os testes e ficamos incrédulos com a disparidade. Mesmo em vários testes, com os mesmos inimigos, clima e iluminação, cada consola Xbox One tem os mesmos óbvios problemas no streaming de bens - na PS4 não se manifesta com a mesma intensidade.

Isto apenas afecta o uso inicial da arma na Xbox One e não todos os casos. Assim que carregada, mudar rapidamente entre armas é como esperas, suave. É uma distracção e inevitavelmente, se não usares a arma por muito tempo, voltarás a ter soluços quando sacares dela. O problema de streaming não arruína a versão One mas é uma nódoa não resolvida com a actualização de lançamento, especialmente no combate em que a fluidez do movimento é importante para apontar.

Em testes GPU complexos, tais como caminhar na movimentada Diamond City, também vemos diferenças na performance entre consolas. Apesar da maioria dos locais aguentar firme nos 30fps, este é um dos locais mais povoados no jogo em termos de geometria e NPCs. Tanto a PS4 como a One sofrem com quedas ao caminhar pelo centro. A PS4 dá uma resposta mais suave. Olhando para a cidade no todo, a Xbox One fica atrás com sustentados 25fps enquanto a PS4 oferece 28fps até sairmos da cena. A PS4 consegue usar o poder do seu equipamento para obter uma vantagem - apesar da resolução e bens serem idênticos aos da plataforma Microsoft.

É um resultado claro nas cidades mas a PS4 surpreende com uma falha em outro ponto. Apesar da maioria das batalhas produzirem um rácio de fotogramas similar, tiroteios com muitos efeitos de transparência podem afectar a PS4 mais do que esperado. Em casos extremos, tais como aproximar um Deathclaw em Concord, a PS4 vai para os 20fps ao usar uma metralhadora. Fogo, fumo e salpicos de sangue colidem e ao testar novamente várias vezes nas duas consolas, a Xbox One produz 30fps firmes. É possível que seja um efeito secundário da escolha da Bethesda em optimizar o motor na Xbox One - mas ainda assim, os longos momentos a 20fps na PS4 são confusos, tendo em conta as vantagens nas outras áreas.

Todas as outras batalhas produzem resultados similares entre as duas. Enfrentar vários zombies numa área maior, por exemplo, mostra a PS4 sem tantos problemas comparado com a One - e surgem quedas nas duas. Sugere que é um problema em casos extremos, com excessos de efeitos. A PS4 está em melhor forma em termos de consistência; não tem os soluços da One e tem um rácio de fotogramas melhor nas grandes cidades. A One tem a vantagem nessa batalha específica, com muitos efeitos, mas na maioria dos casos temos resultados iguais ou superiores na PS4.

Introduzimos o PC aqui, com uma GTX 750 Ti da Nvidia a correr nas definições das consolas. Os testes mostram uma margem consistente acima do que temos nas consolas, ficando acima dos 30fps.

E quanto ao PC? Jogos baseados no Creation Engine da Bethesda correm melhor no PC e os nossos testes sugerem que o mesmo acontece em Fallout 4. Jogamos o jogo num PC no qual temos um Core i3 4130 com uma GTX 750 Ti e 8GB de DDR3. Usamos a definição high, baixamos a qualidade das sombras e a distância para médio, a iluminação em high - dá-nos uma experiência visual igual à das consolas. Temos poder suficiente para colocar a definição de desaparecimento de objectos a par do desaparecimento de actores e o resultado final é uma performance melhorada com visuais minimamente superiores, ainda a 1080p.

Não temos é um bloqueio decente a 30fps, afectando a performance - a v-sync adaptável da Nvidia produz muitos soluços aqui e será o bloqueio de rácio de fotogramas no Riva Tuner Statistics Server a nivelar a performance, apesar do ritmo de fotogramas ainda ser um problema. Ainda assim, é uma boa experiência em equipamento barato, mostrando boas indicações para os que têm processadores quad-core e GPUs melhores. Também podemos dizer que texturas ultra ainda encaixam confortavelmente num framebuffer 2GB a 1080p. O uso VRAM não é problema em Fallout 4.

Teremos mais análises em breve, comparando as consolas com o PC em ultra. No que diz respeito à performance nas consolas com a actualização de lançamento, é claro que o jogo tem problemas para manter os 30fps - e os soluços na One distraem muito. Será que um disco mais rápido, talvez um SSD, pode remover os soluços da One no streaming destes bens - iremos verificar isso se conseguirmos.

Por agora, tudo aponta que comprar Fallout 4 para a PS4 deverá dar-te uma experiência mais suave. Está longe de perfeito mas acreditamos que uma futura actualização possa melhorar. Iremos estar atentos a isso. Para os que jogam no PC, tudo indica que a experiência é suave mesmo em equipamento barato.

Publicidade

Salta para os comentários (97)

Sobre o Autor

Thomas Morgan

Thomas Morgan

Senior Staff Writer, Digital Foundry

32-bit era nostalgic and gadget enthusiast Tom has been writing for Eurogamer and Digital Foundry since 2011. His favourite games include Gitaroo Man, F-Zero GX and StarCraft 2.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (97)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários