Alien Breed Evolution

Caçador de alienígenas.

Alien Breed Evolution é uma redefinição do original lançado para a plataforma Amiga no princípio da década de 90, numa altura em que os filmes e também os jogos baseados na licença Alien estavam na berra, sendo por isso conexos muitos elementos, especialmente em termos de argumento. Inaugurada a acção a partir de uma perspectiva “top-down”, o protagonista percorria imensos corredores, limpando-os das criaturas alienígenas que assolavam a máquina espacial ao mesmo tempo que garantia a solitária sobrevivência. A caminho dos vinte anos de estreia da série, a Team 17 assinala o regresso sob a forma de uma trilogia, sendo Evolution a primeira parte a cumprir para já no Xbox Live.

Comemorando o décimo nono ano de existência, a Team 17 conhece e sabe das vantagens que plataformas como o Xbox Live potenciam, ao invés de preparar um jogo para embalagem com outras implicações advenientes e geralmente todas conducentes a implicar uma margem de lucros mais complexa de obter para um jogo deste género, ainda que para estas plataformas se ponha a questão do preço reduzido. Na senda de Worms e Worms 2 Armagedon, Alien Breed consegue apresentar-se de uma forma bastante arrojada (servindo-se do motor gráfico Unreal 3, o mesmo de Shadow Complex, sendo indisfarçáveis as similitudes, entre ambos, na modelação dos cenários).

1
Uns jactos de fogo são providenciais, mas podem mudar a arma num instante através de um clic no d-pad.

No “grosso” Evolution compreende a estrutura do jogo original, partindo dessa base para uma nova construção em termos de argumento, sediado numa dimensão comic e de vinhetas, para acrescentar uma particular ênfase na luta pela sobrevivência do protagonista; abandonado numa nave repleta de “aliens”. Por outro lado e em consonância com os elementos de pura acção o protagonista deverá reparar os equipamentos danificados no aparelho, sendo assim uma constante o rodopio entre áreas para assegurar cartões de acesso a plataformas específicas ao mesmo tempo que põe em funcionamento determinados dispositivos. Entre acção pura (servida por um sistema de alvo e movimento muito semelhante ao de Shadow Complex) e engenharia, na habilidade para descobrir (o jogo dá umas dicas a menos que aumentem a dificuldade) os locais de reparação, é dentro dessa organização que irão completar as cinco grandes secções por que se divide a obra.

O argumento, porventura com algumas arestas por limar na clarificação da situação do protagonista, revela que uma nave espacial (Leopold) onde seguia uma autêntica tripulação (entre eles está o nosso herói Conrad) embateu contra uma outra e desde esse instante tem sido assolada por uma trovoada de alienígenas que não só lograram aniquilar os humanos como também destruíram muitos dispositivos de natureza electrónica, inviabilizando a retoma da marcha.

Lê o nosso Sistema de Pontuação

Salta para os comentários (1)

Sobre o Autor

Vítor Alexandre

Vítor Alexandre

Redator

Adepto de automóveis é assim por direito o nosso piloto de serviço. Mas o Vítor é outro que não falha um bom old school e é adepto ferrenho das novas produções criativas. Para além de que é corredor de Maratona. Mas não esquece os pastéis de Fão.

Conteúdos relacionados

Os melhores jogos para oferecer este Natal a quem tem uma PS5

Estás com dúvidas em qual comprar? Nós ajudamos.

O que estamos a jogar - 4 dezembro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Gran Turismo 7 mostra-se num novo vídeo gameplay

Uma volta completa na icónica Deep Forest Raceway.

Hellblade 2 estará nos Game Awards, dizem fontes não oficiais

Hellblade 2 poderá regressar aos holofotes.

Novas informações sobre BioShock 4

Das profundezas até às nuvens, para aterrar na Antártica.

Também no site...

Netflix lança vídeo onde resume a primeira temporada de The Witcher

Segunda temporada chega já no próximo dia 17 de dezembro.

Gran Turismo 7 mostra-se num novo vídeo gameplay

Uma volta completa na icónica Deep Forest Raceway.

Bioware e EA celebram o Dia Dragon Age

Festividades para todos os fãs.

O que estamos a jogar - 4 dezembro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Comentários (1)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários