PETA acusa a Ubisoft de glorificar a violência com as lutas de galos em Far Cry 6

Pede que sejam removidas do jogo.

A Ubisoft está a ser criticada por glorificar a violência com as lutas de galos em Far Cry 6.

A PETA, organização dedicada à proteção dos direitos dos animais, pediu à companhia para remover as lutas de galos do seu mais recente jogo, afirmando que tornar um desporto violento numa espécie de videojogo está muito longe de ser inovador e que a sociedade se opõe fortemente a desportos que forçam animais a lutar até à morte.

A PETA Latino diz que as lutas são muito violentas e que os animais sofrem imenso antes de morrer, o que a leva a apelar para a Ubisoft substituir este mini jogo por outra coisa que não seja uma glorificação à violência.

A organização defende ainda que os videojogos é um meio muito importante para transmitir mensagens e gerar comportamentos entre as audiências, o que torna a situação ainda mais preocupante.

Recentemente, a PETA também criticou Animal Crossing: New Horizons por permitir colecionar insetos e peixes capturados para um museu.

Salta para os comentários (59)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (59)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários