O que estamos a jogar - 6 novembro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

6 novembro de 2021

Olá, bem-vindo a esta nossa rúbrica semanal, na qual falamos de alguns dos jogos que temos jogado nas últimas semanas ou que ainda estamos a jogar. Estes são os jogos que nos entusiasmam e que não conseguimos resistir a jogar, vendo as horas passar a voar.

Há sempre aquele jogo especial que não conseguimos largar, especialmente numa era de jogos que recebem conteúdos e atualizações meses ou anos depois do lançamento. Há sempre aquele clássico que queremos repetir ou até mesmo descobrir pela primeira vez, um guilty pleasure que nos captura sem explicação ou uma ramificação de uma série popular para um novo género que queremos investigar.

Seja numa consola, PC ou até no mobile, há sempre algo que desperta a nossa empolgação e estamos constantemente à procura da próxima grande experiência que nos vai deslumbrar.

E tu, o que tens andado a jogar nestes últimos tempos? Nós queremos saber.

Animal Crossing New Horizons

2

Dificilmente pode haver melhor altura que esta para regressar a Animal Crossing. Os primeiros nevões, a cor da folhagem das árvores e uma indumentária apta a proteger a nossa personagem do frio. É com as castanhas assadas que chegou a maior e última grande actualização gratuita de Animal Crossing New Horizons. Não cheguei a jogar centenas de horas como outros jogadores, mas as dezenas de horas que acumulei desde o seu lançamento, catapultam AC para a dianteira. Como referi, esta é uma boa altura para regressar. Avizinham-se as festas natalícias e há sempre muitas surpresas nesta altura do ano. Quanto à actualização, não estou a jogar só em função das novidades. A melhor forma de as descobrir é ir prescrutando as nuances, inaugurar as novidades onde as há de forma óbvia, como as viagens de barco com Kapp'n. Nas restantes a descoberta é feita no dia a dia. O melhor deste jogo é o seu quotidiano e por isso só pode ser desfrutado a longo curso e nunca no imediato, o que nos leva a perceber as reais mudanças e implementações.

Vítor

Forza Horizon 4

Esta semana foi marcada pela chegada ao mercado do muito aguardado Forza Horizon 5 da Playground Games, para quem adquiriu a Premium Edition do jogo é claro. Para os comuns mortais, o jogo chega apenas no próximo dia 9, e enquanto não lhe coloco as mãos em cima voltei a Horizon 4 para matar saudades e preparar-me para longas jornadas de corridas frenéticas pelas paisagens deslumbrantes do México. Apesar de ter sido lançado em 2018, Horizon 4 ainda se mantém como um dos melhores jogos de corridas da atualidade, seja no seu conteúdo, grafismo, condução e, sobretudo, na diversão e gratificação que transfere para o jogador. Que chegue rapidamente o dia 9 de novembro.

Adolfo

FIFA 22 (Ultimate Team)

1

Reza a lenda que não te consegues divertir em FIFA Ultimate Team sem gastar dinheiro, mas se tiveres amigos que também joguem o modo e com os quais fazes um amigáveis, FUT torna-se divertido e numa saudável picardia. Umas partidas de Squad Battles aqui, umas Division Rivals ali e lá se recebe umas moedas para comprar um dos Rebeldes mais acessíveis e experimentar uma carta especial em mais algumas partidas. Sem capacidade para entrar na insana FUT Champions, vou jogando assim umas partidas de FIFA 22 que é muito acessível para sessões rápidas. Isto até à chegada de Forza Horizon 5, que promete tornar-se numa forma sensacional de passar o tempo.

Bruno

Forza Horizon 5

Esta semana continuei pelo México, em Forza Horizon 5. Há tanto conteúdo que, mesmo depois da review, ainda tenho coisas para fazer. Mais do que isso, nem sequer precisas realmente de conteúdo para desfrutar do jogo. Um belo carro e vontade de conduzir é tudo o que precisas para passar um bom bocado nas estradas mexicanas. Uma coisa engraçada que aconteceu neste jogo, e que não senti nos outros, é a vontade de coleccionar todos os veículos do jogo, o que ainda vai demorar algum tempo. Existe uma nova página cuidadosamente organizada onde podes consultar todos os carros que já tens na garagem e confesso que fiquei com uma grande vontade de preenchê-lo (e existem incentivos para isso). Como ontem o jogo ficou disponível para quem comprou a edição mais cara, também foi engraçado ver o mapa a encher-se de jogadores.

Jorge

Salta para os comentários (24)

Sobre o Autor

Adolfo Soares

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Conteúdos relacionados

Rumor: Sony vai juntar PS Plus e Now para criar novos patamares do serviço

Acesso a demos, jogos PS4, PS5 e streaming de clássicos.

It Takes Two alvo de reclamação de direitos de autor pela Take-Two

Hazelight abandonou o registo do nome, mas espera não ter de mudar o nome ao jogo.

O que estamos a jogar - 4 dezembro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Executivo da PlayStation Network despedido por suspeitas de pedofilia

Sony confirmou que George Cacioppo já não trabalha para a companhia.

Hellblade 2 estará nos Game Awards, dizem fontes não oficiais

Hellblade 2 poderá regressar aos holofotes.

Também no site...

Fortnite Crew Dezembro - recompensas, preço, como subscrever

Tudo o que tens de saber sobre o Fortnite Crew de Dezembro.

STALKER 2: Heart of Chernobyl precisa de 180GB de disco

Um dos jogos a ocupar mais espaço no dia de lançamento.

Clockwork Aquario - Review - Colorido mundo

Há mais vida nos jogos de plataformas 2D.

Comentários (24)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários