EA ganha processo relacionado com lootboxes de FIFA

Provou que não usa dificuldade dinâmica para encorajar a compra de packs.

A EA livrou-se recentemente de um processo em tribunal com a acusação de recorrerem a dificuldade dinâmica para influenciar os jogadores dos seus jogos de desporto - FIFA, Madden e NHL - a gastar dinheiro em packs de jogadores.

A vitória é tão importante para a editora que publicou uma declaração no site oficial, proclamando que não usa, nem nunca vai usar, dificuldade dinâmica nos modos Ultimate Team.

"Estamos contentes por partilhar que os queixosos dissolveram o caso. Providenciamos as informações técnicas detalhadas e acesso para falar com os nossos engenheiros, todos confirmaram (novamente) que não existe DDA ou scripting nos modos Ultimate team. Este é o resultado certo," disse a EA.

O processo veio à tona em Novembro de 2020, com acusações de que a EA estava a usar uma tecnologia que tem patenteada. A EA diz agora que, embora tenha uma patente de DDA (Dynamic Difficulty Adjustment), a tecnologia nunca será aplicada a FIFA, Madden ou NHL.

fifa_21_packs

Salta para os comentários (11)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Ubisoft aconselha desligar aplicações como Skype, Discord e OBS

Afirma que podem provocar problemas nos seus jogos!

Apex Legends mostra o novo mapa no novo trailer

A Season 11 terá imensas novidades.

Eis um novo olhar à campanha de Halo Infinite

343 Industries revela as novidades.

Comentários (11)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários