Top Eurogamer: Os jogos obrigatórios de 2019!

Será que houve mais ou menos do que no ano anterior?

Chegou novamente aquela época do ano em que fazemos uma retrospectiva de tudo o que aconteceu nos últimos meses, incluindo os jogos que foram lançados. Estamos naquilo a que chamamos um período de transição, querendo isto dizer que estamos entre o final de uma geração e o início de outra. Em 2019 isso parece ter-se reflectido nos jogos que foram lançados.

Feito o balanço de 2019 e revendo todas as reviews que publicamos, houve efectivamente menos jogos a receber o cobiçado selo de "Obrigatório". Tal como estabelecemos em 2015, quando deixamos de ter pontuações nas reviews, o selo de "Obrigatório" está reservado para "os melhores dos melhores. São aqueles jogos que o redator sente que tem que o distinguir, que o tem que separar e afirmar que deverá ser jogado por todos. É um marco na indústria e é aquilo que chamamos de verdadeiro videojogo.".

Na lista de jogos obrigatórios de 2018 houve nove jogos que receberam esse selo. Em 2019 houve menos jogos a ter esse mérito. Confere em baixo e nas próximas páginas todos os jogos que receberam obrigatório ao longo de 2019.

PS: Esta lista não está relacionada com os jogos favoritos dos redactores 2019. Os jogos favoritos de cada um serão publicados noutros artigos. O Top dos Leitores, que será realizado com votação, também vai voltar este ano. Fica atento!

Resident Evil 2 Remake - 11 de Janeiro - PC, Xbox One e PS4

O que dissemos na review de Resident Evil 2 Remake?

"A Capcom merece todo o respeito pelo resultado que alcançou, mas também pela coragem em abordar um projecto tão ambicioso. Existe outra coisa igualmente importante em torno de Resident Evil 2 remake - dá-te uma visão do futuro da série. A Capcom conseguiu recuperar o respeito dos fãs com RE7 ao regressar ao terror, ao survival horror. Este remake mostra-te que é possível dignificar este género, preservando a sua essência, numa perspectiva na terceira pessoa."

"O remake de Resident Evil 2 tornou-se num dos meus jogos favoritos de todos os tempos e sinto que fez pelo clássico o que o REmake fez pelo primeiro Resident Evil - ultrapassou-o e levou-o para um novo patamar ao ponto de se tornar na referência. É intenso, assustador, frenético, violento e feito com uma qualidade louvável."

"A Capcom soube gerir bem o equilíbrio entre nostalgia e novidade, entregando-te um verdadeiro survival horror que te fará vibrar e te impressionará com a forma como respeitaram o original. Graficamente é deslumbrante e é constante a sensação que estás a jogar um jogo com a alma e metodologia que celebrizou os clássicos dos anos 90, mas feito com tecnologia actual - isso apenas glorifica esta cidade dos mortos."

Publicidade

Salta para os comentários (128)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (128)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários