PS5 - patente da Sony sugere futuro sem loadings

Serão implementados sensores que activam o carregamento de novos dados.

A Sony apresentou a sua consola de próxima geração como uma máquina poderosa que terá como um dos seus principais objectivos, acabar com os ecrãs de carregamento.

Ao longo das gerações, os loadings melhoraram imenso e muitos estúdios esforçam-se ao máximo para que demorem o mínimo possível, mas para a PlayStation 5, o objectivo poderá por acabar de vez com eles.

Quando Mark Cerny, principal arquitecto da PS5, revelou a presença de um SSD e nova tecnologia para acabar com os loadings - algo que foi exemplificado com Marvel's Spider-Man da PS4 a correr na nova consola, estava a estabelecer desde logo uma das principais referências da PS5.

Desde essa revelação em Abril, a Sony falou novamente em Maio sobre como pretende tornar os loadings numa coisa do passado e uma evolução de uma patente poderá ajudar a explicar como a Sony pretende conseguir isso.

Este novo avanço da Sony na sua patente, registado nos Estados Unidos da América, na semana passada, sugere que a sua próxima consola conseguirá dividir em diversos segmentos os locais dos jogos para permitir que sejam carregados antecipadamente.

A patente indica que a Sony tem tecnologia que dividirá o mapa do jogo em vários segmentos e permitirá pré-carregar as áreas adjacentes para que transites entre locais sem os habituais ecrãs de loading.

"São apresentados um sistema e método para carregar de forma dinâmica um videojogo para uma sessão fluída," diz a patente.

"Uma barreira de carregamento associada a um ambiente de jogo é identificada. A posição de um personagem no ambiente de jogo é depois monitorizada. As correspondentes instruções para o ambiente seguinte são carregadas numa memória quando o personagem cruza a barreira de carregamento, para que o jogo não seja interrompido."

Esta tecnologia parece pronta para ser usada na PS5 para que tenhas acesso a videojogos numa experiência ininterrupta, onde o gameplay raramente é interrompido.

No entanto, existem mecânicas como "Fast Travel", por exemplo, que poderão significar ecrãs de loading, mesmo que sejam mais rápidos, mas em alguns jogos, isto poderá significar que o carregamento é feito enquanto ainda estás no menu a gerir o teu personagem ou equipa em FIFA, por exemplo.

Publicidade

Salta para os comentários (43)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Vota já: vais comprar a Nintendo Switch Lite?

A consola chegará a 20 de Setembro.

Nintendo Switch Lite custará 220€ em Portugal

Lojas já permitem reservar a consola.

Brasil quer a Nintendo no país e os jogos em Português

Iniciada petição como apelo à companhia.

Super Mario Maker 2 em primeiro no Reino Unido pela terceira semana consecutiva

Mas ainda não ultrapassou as vendas gerais de Crash Team Racing.

Também no site...

A Switch Lite tem melhor bateria

É ainda mais pequena e leve que o modelo original.

A Switch Pro não chegará em 2019

A Switch Lite é o único novo modelo este ano.

A Switch Lite não veio para substituir a 3DS

Enquanto houver procura, a velha portátil será suportada.

Anunciada a Nintendo Switch Lite

Exclusivamente portátil e mais barata.

Comentários (43)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários