A não ser que chegue o Apocalipse ou que a vida na Terra deixe de existir, é certo que a Sony lançará, em algum momento no futuro, a PS5. Mas quando poderá a consola ser potencialmente lançada e que jogos podem estrear na plataforma? Neste guia, reunimos todos os rumores relacionados com a PS5 e do conhecimento público, e partilhamos a nossa opinião sobre o futuro da consola caseira da Sony.

Data de lançamento da PS5

Mark Cerny, arquitecto da PS5, falou finalmente sobre a consola e partilhou as primeiras informações oficiais sobre o que esperar da nova geração da Sony.

Cerny, principal responsável pela próxima consola PlayStation, falou sobre a tecnologia, sobre os seus principais desejos e confirmou até que começaram a trabalhar na consola no final de 2015.

Na entrevista com a Wired, onde demonstrou as capacidades do devkit de nova geração, Cerny não falou sobre serviços, jogos, preço ou data de lançamento, mas sugeriu que a PS5 chegará em 2020.

Cauteloso para não revelar mais do que devia ou algo que mais tarde poderá sofrer alterações, Cerny não confirma uma data de lançamento específica, mas juntamente com os representantes da Sony, confirma que não chegará em 2019, mas não demorará muito mais tempo a chegar.

Fontes oficiais, no entanto, revelaram novas informações sobre a data de lançamento da nova consola da Sony. Na mais recente apresentação aos investidores, a companhia revelou que a PS5 não será lançada neste ano fiscal, o que significa que o dispositivo só chegará às lojas depois do dia 31 de Março de 2020.

Características gerais da PS5:

  • CPU 8 core AMD 7nm Zen 2
  • Suporte a Ray Tracing com GPU AMD Navi (ainda não está claro se inclui aceleração do hardware)
  • Armazenamento SSD rápido topo de gama que oferece grandes melhorias no loading face à geração actual
  • Suporte para o capacete PS VR actual e, possivelmente, um novo capacete
  • Suporte para jogos físicos (bem como a loja digital de jogos)
  • Retrocompatibilidade com, pelo menos, a PS4 (ainda não foi oficializado o suporte para sistemas Playstation mais antigos)
  • Suporte para resolução 8K (ainda não se sabe se é nativo ou "esticado")

Se queres informações sobre a nova Xbox - a Xbox Scarlett - temos um guia dedicado onde reunimos todo o tipo de informações, incluindo possível data de lançamento e potência!

Que jogos poderá ter a PS5?

No que diz respeito aos jogos com os quais a teórica PS5 pode ser lançada, temos que olhar bem para o futuro. Quando pensamos em jogos que estão pelo menos a um ano de serem eventualmente lançados, tanto Death Stranding como The Last of Us: Part 2 surgem imediatamente na nossa mente.

Claro está, ambos os jogos estão de momento em produção para a PS4 mas há, ainda assim, uma grande possibilidade de serem lançados juntamente com a próxima consola da Sony. O The Last of Us original foi lançado na PS3, quando faltava apenas alguns meses para que a PS4 chegasse ao mercado; uns meros meses depois, foi feito um port do mesmo para o mais recente sistema. O mesmo poderá acontecer com The Last of Us: Part 2, especialmente se a Sony não estiver a pressionar a Naughty Dog para acelerar a produção do jogo.

Sobre Death Stranding, é óbvio que foi dado à Kojima Productions o tempo que precisem para completar o jogo, já que não vimos ainda nenhum gameplay do mesmo. Para além disso, Kojima actualiza frequentemente o seu Twitter com mensagens sobre o progresso do guião de Death Stranding e, se ainda se encontra na fase de escrita, significa que está longe de estar finalizado. Tal como The Last of Us: Part 2, não existe uma razão para que Death Stranding não seja lançado com a PS5, depois de um lançamento tardio na PS4.

Mas que mais jogos poderão fazer parte do catálogo inicial da PS5? Considerando que o ciclo de produção médio de um jogo é de 3 anos, uma sequela de Horizon Zero Dawn é quase certa neste momento e, tendo em conta que o original foi lançado no início de 2017, o seguinte chegaria ao mercado em 2020.

horizon_zero_dawn_shot_2

Um jogo recentemente revelado e que poderá ter uma versão na PS5 é Ghost of Tsushima, da Sucker Punch, anunciado na PSX em Dezembro de 2017. Não vimos mais nada do mesmo para além de um breve trailer CGI, mas não é inteiramente irrealista pensar que o mesmo esteja, pelo menos, a 18 meses do seu lançamento.

Quanto poderá custar a PS5?

Para um bom palpite de quanto a PS5 poderá custar quando inevitavelmente for lançada, é necessário olhar para as anteriores consolas da Sony. Em 2013, quando chegou às lojas, a PS4 custava 399 euros e, apesar da PS4 Slim ter sido lançada em 2016 com um preço mais reduzido (cerca de 299 euros), a mais poderosa PS4 Pro entrou no mercado com um preço igual à PS4 original, 399 euros. Ainda assim, existe a possibilidade da PS5 ser mais cara do que a consola anterior e roçar os 500 euros como a Xbox One X.

ps4_pro

Quais são os Specs da PS5

Mark Cerny, arquitecto da PS5, falou finalmente sobre as especificações da consola. Este é o primeiro vislumbre oficial que temos sobre a máquina de próxima geração da Sony, uma consola que é apresentada como uma revolução e não uma mera evolução da PS4.

Além de a confirmar como retro-compatível com a PS4, Cerny disse que a PS5 estará equipada com um SSD que reduz drasticamente os loadings e falou ainda sobre as especificações.

Segundo partilhado por Cerny, a PS5 foi pensada como uma consola poderosa, capaz de oferecer uma fidelidade gráfica inigualável até à data e capaz de lidar com o crescente tamanho dos ficheiros dos jogos.

A PS5 estará com uma CPU 8 core AMD 7nm Zen 2 baseada na terceira geração da gama Ryzen, uma GPU personalizada derivada da família Navi da Radeon e terá suporte para algumas das mais impressionantes tecnologias.

Mark Cerny confirmou a compatibilidade com Ray-Tracing - tecnologia que modela o percurso da luz para simular uma interacção complexa em ambientes 3D. Cerny diz que a tecnologia ray-tracing terá benefícios maioritariamente visuais, especialmente na renderização de materiais e superfícies, mas também reforçará incrivelmente a sensação de realismo e imersão.

O chip da AMD na PS5 também incluirá uma unidade personalizada para áudio 3D que vai redefinir o que o som pode fazer num videojogo, assegura Cerny.

"Enquanto jogador, tem sido um pouco frustrante que o áudio não tenha mudado tanto da PS3 para a PS4. Com a nova consola, o sonho é demonstrar o quão dramaticamente diferente a experiência de áudio poderá ser quando aplicamos uma quantidade significativa de poder para isso."

Será que a PS5 suportará jogos da PS4 ou consolas anteriores? Retrocompatibilidade

A Sony confirmou oficialmente que a PS5 será retro-compatível com a PS4.

Mark Cerny, arquitecto da consola, falou detalhadamente sobre algumas das funcionalidades da nova consola da Sony e como poderás correr os jogos da actual geração na próxima.

Na mesma entrevista onde falou do novo SSD que estará na PS5, Cerny deu o exemplo dos loadings em Spider-Man para mostrar o quão rápidos serão na nova consola - algo que desde logo sugere a retro-compatibilidade.

Cerny confirmou que a PS5 será compatível com discos físicos e não será uma máquina focada apenas no formato digital, algo que poderia estar a preocupar os consumidores.

O arquitecto da consola confirmou ainda que, uma vez que é baseada em parte da arquitectura da PS4, a futura PS5 será retro-compatível com os jogos dessa consola.

Como seria de esperar, vários dos lançamentos da Sony para o final da geração serão transformados em jogos cross-gen, que poderás jogar na PS4 e PS5.

O que queremos da PS5

Pondo a especulação de parte, o que queremos, idealmente, na PS5? Retrocompatibilidade com a PS4 seria genial, pois poderias jogar clássicos como Shadow of the Colossus na consola da próxima geração.

Em termos de poder puro, a PS5 tem de exceder de forma significativa o poder da PS4 Pro. Isto significa mais jogos a correr a 4K e 60FPS. Ficaremos felizes se a PS5 conseguir 10 TF, uma vez que isto iria permitir aos produtores criarem jogos com uma apresentação bem acima daquela que temos actualmente.

E como seria o catálogo de lançamento de sonho da PS5? Death Stranding e The Last of Us: Part 2 são dois jogos blockbusters altamente antecipados, sendo que o último irá levar a plataforma onde for lançado até ao limite das suas capacidades. Mencionámos também Ghost of Tsushima e uma sequela de Horizon Zero Dawn, sendo que o último seria uma forma perfeita de começar o novo ciclo da Sony.

Claro está, queremos também jogos construídos de raiz para a PS5. É bom ver jogos da PS4 melhorados a correrem na PS5, mas eles nunca mostrarão o verdadeiro potencial da consola. Um novo jogo de corridas seria uma óptima ideia (um novo Gran Turismo é possível, mas pouco provável) mas era bom que a Sony criasse novas IPs para o lançamento da nova geração!

Publicidade

Sobre o Autor

Jorge Salgado

Jorge Salgado

Redactor

Fã de cultura pop, séries jogos animes. É o nosso noobie.

Mais artigos pelo Jorge Salgado