Far Cry 5: Hours of Darkness - Análise - Resgate rápido

A primeira expansão é curta e demasiado familiar.

Far Cry 5 chegou às lojas a 27 de Março como uma irreverente aposta da Ubisoft Montreal nos jogos de acção na primeira pessoa em mundo aberto. Um jogo repleto de constantes alfinetadas à cultura e sociedade dos Estados Unidos da América, onde o humor e excentricidade andou de mãos dadas com o chocante e violento. No entanto, a primeira expansão, Hours of Darkness, não te transporta para Montana, onde foste um agente da lei numa missão contra o líder do culto, aqui és transportado para o Vietname, numa missão de resgate.

Hours of Darkness dá-te um espaço ligeiramente mais pequeno que qualquer uma das três zonas no jogo principal e transforma Montana numa selva algures no meio do Vietname. Quando um grupo de soldados está pronto para voltar a casa, o seu helicóptero é abatido e começa uma missão de sobrevivência até ao ponto de resgate. Este conflito foi incrivelmente marcante para os EUA e ainda hoje é mencionado pelas consequências que deixou em muitos cidadãos, não sendo por acaso que foi escolhido como palco para esta expansão.

1
Se quiseres, podes seguir para o ponto de extracção, mas ao explorar descobres pontos de interesse e onde cumprir desafios opcionais.

Quando acordas, após o acidente, dás por ti perdido no meio da selva e terás essa missão de chegar ao ponto determinado para te resgatar. No entanto, as probabilidades de sobrevivência são poucas e o teu apoio aéreo apenas funciona onde não existe artilharia anti-aérea. Como no jogo principal, Hours of Darkness recompensa a exploração da selva e ocasionalmente encontrarás documentos com pontos adicionais de interesse. Nesses locais poderás cumprir os 9 desafios opcionais e encontrar companheiros que precisam de ajuda.

"Em cerca de 3 horas consegues terminar a expansão com todos os objectivos completados."

Hours of Darkness é extremamente curta, pode ser terminada em menos de duas horas, por isso precisarás de te focar nesses desafios opcionais se queres prolongar a longevidade. Terminei a expansão com 83% em duas horas e vinte minutos, sem pressas. Se quiseres subir para o dobro, terás mesmo de cumprir esses desafios. É fácil perderes-te no meio da selva, frequentemente surgem acampamentos para salvar e outros soldados para resgatar. Existem vários coleccionáveis perdidos pela região e se não tiveres nenhum amigo para jogar contigo, os três soldados controlados pela IA podem fazer a diferença em várias situações de combate.

Não existe nada de relativamente novo em Hours of Darkness, apenas o local, o que forçou à adaptação de actividades opcionais da campanha principal para se enquadrarem com o local e a situação. Podes usar os binóculos para chamar um ataque aéreo num determinado local e podes procurar por isqueiros largados por pára-quedistas Norte Americanos abatidos. Também podes destruir altifalantes com propaganda anti-EUA, mas nada de verdadeiramente diferente do que fizeste em Montana.

2
Esta lista de desafios é o teu maior incentivo a deambular pelo mapa e tentar prolongar a longevidade

Extremamente curta e sem grandes novidades em termos de gameplay, Hours of Darkness apresenta-se como uma expansão com poucos argumentos. Para os verdadeiros fãs da fórmula Far Cry, poderá ser interessante viajar no tempo e desfrutar de um novo local, mas esta missão de resgate termina mesmo muito rápido. Não esperes um grande envolvimento cinematográfico e um grande foco na narrativa. Hours of Darkness apresenta-te alguns desafios, mas nem isso consegue prolongar a longevidade e é pena a Ubisoft não ter feito algo mais ambicioso.

Lê o nosso Sistema de Pontuação

Salta para os comentários (20)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (20)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários