Criador de A Way Out apela a uma indústria que arrisca mais

Que trabalhe para obter jogos melhores.

Josef Fares ficou conhecido como uma das mentes por detrás do aclamado indie Brothers, mas mais tarde ficou conhecido como o homem que insultou os Oscars em directo nos The Videogame Awards.

Agora que a Hazelight Studios colocou A Way Out nas lojas, espera ficar conhecido como um homem que corre riscos e trabalha por uma indústria melhor, capaz de criar jogos melhores, sem medo de arriscar.

Fares conversou com o GamesIndustry e falou sobre as suas aspirações e como espera que o apoio da Electronic Arts ao seu novo jogo possa tornar-se num exemplo para outras editoras arriscarem mais.

"Seria bom para todas as editoras correr mais riscos. Espero que isto inspire mais jogos AAA a melhorar a sua escrita, o gameplay. Espero que demonstremos que sim, que podes correr riscos e ter sucesso. Quer dizer, provavelmente não teremos tanto sucesso porque oferecer uma cópia gratuita do jogo a cada jogador, mas isso não importa. No final do dia, é uma boa forma de testar as coisas."

"Adoro correr riscos. Adoro o facto de ser exclusivamente cooperativo - desde o início as pessoas disseram, 'Isso não é arriscado? Não venderá menos?' Não quero saber. É essa a visão por isso vou segui-la."

Se ficaste interessado nas ideias de Josef Fares, passa pela nossa análise a A Way Out para descobrires mais do jogo.

Salta para os comentários (4)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários