Até que Battlefield Hardline não chegue às lojas a Visceral Games continua a ser sinónimo de Dead Space, e numa recente entrevista com Steve Papoutsis, gestor geral do estúdio, ele sugeriu que a companhia ainda não esqueceu a série de terror que os projectou para os holofotes da fama.

"Muitas pessoas aqui na Visceral Games reservam um lugar especial no seu coração para Dead Space, e neste momento estamos ocupados com Hardline e... outras coisas," disse Papoutsis, em entrevista com a revista britânica GamesTM. "Mas definitivamente é algo que gostaríamos de voltar a trabalhar."

Mas o problema não está apenas no desenvolvimento de Hardline, é que apesar do lançamento iminente, o estúdio terá que continuar a trabalhar durante vários meses para oferecer aos jogadores um modo online estável e cativante. Além disso a Visceral Games também se encontra a trabalhar num jogo de Star Wars, que especula-se que seja o sucessor espiritual do cancelado Star Wars: 1313.

Como franquia Dead Space acumula 10 milhões de unidades vendidas, sendo que 2 milhões correspondem a Dead Space 3.

Publicidade

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Mais artigos pelo Luís Alves

Comentários (19)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

Dead Space

Tenham medo, muito medo!

Dead Space 2

Sentir o medo.

Catherine: Full Body Voice gera críticas sobre homofobia

No final feliz, transexual não muda de sexo.

Últimas

Catherine: Full Body Voice gera críticas sobre homofobia

No final feliz, transexual não muda de sexo.

Rainbow Six Siege apresenta curta CGI

Para promover os seus personagens.

Publicidade