No mais recente episódio do programa online Kojima Station surgiram novas informações sobre Metal Gear Solid V: The Phantom Pain.

Kojima contou que continuam a polir o jogo o melhor possível antes de chegar às lojas no dia 1 de setembro. E segundo Shinkawa, apesar dos cenários enormes, o jogo terá a mesma atenção no detalhe que já é apanágio da série.

Kojima contou que o sistema de armas no jogo vai ser profundo e detalhado, e que inicialmente não estava muito interessado em torná-lo muito profundo, mas depois de ter visto o trabalho incessante de Shinkawa no sistema acabou por ficar bastante agradado com o produto final. Ele até disse, em tom de brincadeira, que chamou Shinkawa de maluco por causa daquilo que ele lhe apresentou.

Além de ser possível mudar a cor da Mother Base, vai também ser possível mudar as cores dos veículos. Os jogadores vão até poder personalizar os seus emblemas e colocá-los nos fatos, veículos, bandeiras e nas paredes da Mother Base.

Quando não estiver a usar o escudo balístico, Snake vai levá-lo às costas. Os jogadores vão poder usar as suas próprias armas em conjunto com o escudo.

Kojima ainda contou que este é o Metal Gear que ele sempre quis fazer, mas que devido a limitações técnicas não foi possível. Apesar de cada novo jogo ter oferecido sempre coisas novas, para ele Phantom Pain vai ser o maior passo em frente da franquia.

Kojima acredita que este é o Metal Gear com melhor jogabilidade, e que apesar de ter grandes mudanças em termos de sistema de jogabilidade, vai continuar a sentir-se como um bom velho Metal Gear.

Publicidade

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.