Jonathan Anastas, vice-presidente global de marketing da Activision, contou que publicitar na televisão continua a ser muito importante se quiserem conseguir ter os habituais resultados de vendas de Call of Duty.

"Se quiseres vender 10 milhões de cópias ou mais de um jogo de consola, a televisão ainda não pode ser descartada. Desta forma consegues chegar ao comprador que talvez só compra um ou dois jogos por ano, e que não é um grande seguidor do género ou da tua marca," explicou ele ao Gamespot.

"Esse tipo de comprador poderá ter comprado Halo em 2012 e GTA em 2013, enquanto joga pelo meio Words With Friends, quando não está a ver o Netflix ou a jogar Minecraft," acrescentou ele. "Não vou converter esse tipo de comprador com os meus tweets."

O novo Call of Duty ainda não foi anunciado oficialmente, no entanto ele irá regressar este ano, e pelos vistos, terá também uma grande campanha publicitária na TV.

Publicidade

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Mais artigos pelo Luís Alves