O facto de que os PC já ultrapassaram as consolas não deverá ser novidade, ou sequer uma surpresa, para ninguém. Enquanto que as consolas estão limitadas aos 720p e 30 fotogramas por segundo, salvo raro as excepções, os 1080 e 60 fotogramas por segundo são o padrão do PC hoje em dia (e há quem jogue acima desse padrão), já para não falar das texturas de elevada qualidade que é possível instalar no PC, para além de outras opções de personalização.

Portanto, é de espera que nos jogos multiplataforma a versão PC seja superior. E há produtoras que trabalham para esse fim, como é o caso de Battlefield 3 ou Crysis 2, que apoiam fortemente a plataforma.

No entanto, aos olhos do produtor executivo de Dead Space 3, Steve Papoutsis, não faz sentido aproveitar o poder extra que do PC porque que de outro modo, a experiência não seria a mesma em todas as plataformas.

"No nosso estúdio, sempre fizemos jogos para consolas." disse Papoutsis ao ShackNews. "A maior coisa que queremos fazer é assegurar que a qualidade da experiência é consistente entre todas as plataformas, para que a nossa base utilizadores não diga que é melhor no seu sistema".

Papoutsis explica que o PC não é menos importante para a Visceral Games e que "recebe muita atenção", todavia, não estão "a tentar criar uma disparidade na experiência que os nossos jogadores desfrutam; queremos assegurar que todos estão a ter a mesma experiência," sublinhou.

"O facto de que permites controlar o jogo com um rato e teclado dá imediatamente uma sensação diferente ao jogo," foi referido. Mas isto acaba por ser uma vantagem para jogadores com deficiências, e a Visceral Games está a trabalhar com a comunidade para que Dead Space 3 seja acessível para esses jogadores.

Publicidade

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.