Pro Evolution Soccer 2011 3D

Descida ao relvado.

A Konami está empenhada em oferecer um novo alcance para Pro Evolution Soccer. A utilização que faz do 3D nesta versão de 2011, não reflecte somente um empenhamento em proporcionar profundidade ao futebol electrónico como vem sendo desenvolvido ao longo dos últimos anos. O que maravilhou Enamoto e Naoya Hatsumi, produtores, quando conheceram a 3DS, foi uma séria oportunidade para atribuir uma nova dimensão ao futebol virtual.

Tivemos a oportunidade de experimentar esta versão exclusiva de PES 2011 para a 3DS. À partida e sem o efeito tridimensional não iria longe a diferença do jogo quando comparado com outras versões portáteis. Seria mais um PES adaptado para funcionar numa portátil. Contudo, não foi por acaso que os produtores insistiram no uso do efeito tridimensional para melhorar a experiência, acrescentando que há margem para inovar dentro do futebol virtual.

Com efeito, a primeira grande novidade para PES 2011 3D é a alteração na câmara. A nova perspectiva de jogo denominada de "player view", imediatamente nas costas do jogador, permite uma gestão mais eficaz do sistema de passes, mas sobretudo um contacto mais próximo com os colegas intervenientes ao longo de um desafio. A sensação de proximidade e de penetração no desafio, com intervenção nos cortes de bola e na desmarcação dos colegas mais avançados, são alguns dos aspectos marcantes.

1
Aí está, Messi na capa.

Isto não exclui algumas dificuldades quando o jogo decorre nas costas e temos de efectuar uma movimentação de 180 graus para desenvolver o jogo defensivo. Por outro lado, sentimos que há uma limitação, através desta perspectiva, na observação da movimentação do colectivo, pelo menos para quem chega ao jogo com o hábito implementado a partir do PES versão consola doméstica e normalmente fica com boa parte do ecrã disponível para acompanhar as transições da equipa. Apesar disso a Konami sempre adianta que os jogadores poderão participar no jogo recorrendo às perspectivas tradicionais; Enamoto e Hatsumi falaram em 5 diferentes perspectivas, uma delas a partir da bancada, como se o jogador fosse um espectador atento ao desenrolar do desafio.

Na demonstração que tivemos acesso estivemos limitados à "player view". Para qualquer uma das outras perspectivas, os produtores reforçam que o efeito 3D permitirá sempre uma maior profundidade. A partida que disputamos opôs o Barcelona ao Real Madrid (as únicas equipas disponíveis). Não conseguimos igualar o feito de Guardiola quando há uns meses ganhou a Mourinho por uma mão cheia de golos, mas conseguimos empatar o jogo na segunda parte (1-1), numa notável desmarcação para Messi (capa de jogo), que perante o guarda redes, teve pontaria suficiente para abanar a rede.

Publicidade

Salta para os comentários (7)

Sobre o Autor

Vítor Alexandre

Vítor Alexandre

Redator

Adepto de automóveis é assim por direito o nosso piloto de serviço. Mas o Vítor é outro que não falha um bom old school e é adepto ferrenho das novas produções criativas. Para além de que é corredor de Maratona. Mas não esquece os pastéis de Fão.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (7)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários