Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Blood Drive

Destruição aborrecida.

Os torneios funcionam à base de pontos. Conforme a posição alcançada em cada evento será atribuída uma pontuação numa tabela classificativa. Desta maneira, pode acontecer não ficarmos em primeiro em metade dos eventos e ainda ganharmos o torneio.

As rivalidades garantem pontos extra em Blood Drive. Antes do início de cada torneio é sorteado um rival especificamente para nós, se formos bem sucedidos ao ficarmos à sua frente num evento ganhamos um ponto extra na tabela de classificações. As rivalidades não ficam só pelo papel, nos eventos o nosso rival demonstra uma maior agressividade para connosco.

Antes de avançarmos para a acção há que definir um setup para no nosso veículo. É dada a opção de escolher um setup que dê mais velocidade e mais força de impacto, ou armas mais poderosas, ou mais resistência, entre outros. É importante escolher um que se adapte melhor ao nosso estilo de condução e ao tipo de evento em questão.

Ainda antes de escolhermos o setup para o carro, há que escolher o carro em si. Cada carro tem características diferentes, mas qualquer um que escolham irá controlos esquisitos. Algo simples como encaminhar o carro para a direcção desejada é difícil em Blood Drive. Para uma combinação perfeita a física é também estranha. Enquanto andamos em linha recta num chão liso não há problemas, mas em mapas off-road o carro anda aos trambolhões e a rebolar por todo lado.

Os zombies são escassos.

Como se ainda não tivesse problemas suficientes, Blood Drive sofre de dificuldades técnicas. Só conseguimos ver os zombies se estes estiverem a poucos metros do nosso nariz, desta forma, nas provas de matar zombies nunca sabemos para onde ir. A solução passa por acelerar pelo mapa fora e rezar para que apareçam muitos zombies à nossa frente. Para além disto, as quebras na framerate são uma constante.

Após completarem o modo Tournament (se aguentarem tamanho aborrecimento), tem o modo Challenge que oferece novamente os mesmos tipos de eventos visto em Tournament, a diferença é que terão de que completar objectivos num determinado tempo.

Neste género de jogos o online é sempre o mais divertido. Infelizmente, e como seria de esperar, o online de Blood Drive está deserto. Podem sempre jogar contra o computador e esperar que alguém se junte ao vosso jogo. A possibilidade de jogar a componente multijogador em splitscreen não foi incluída.

Blood Drive de originalidade e diversão não tem nada. O seu lançamento aparenta ser uma tentativa de "pescar" alguns fãs de Twisted Metal antes que seja lançado em 2011. Mesmo com os defeitos que apresenta, não é apropriado rotular este título de mau jogo. A ideia que deve permanecer é que Blood Drive é um jogo desinspirado, aborrecido e que falha redondamente em questões de variedade.

5 / 10

Descobre como realizamos as nossas análises, lendo a nossa política de análises.

Sobre o Autor

Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários