Stock da Switch poderá estagnar após o início de 2022

Nintendo diz que não conseguiu satisfazer a procura na Black Friday.

Shuntaro Furukawa, presidente da Nintendo, partilhou que a companhia não foi capaz de satisfazer a procura pela Nintendo Switch durante a Black Friday e que a situação do stock poderá agravar-se ainda mais.

Em conversa com o japonês Kyoto Shimbun, Furukawa deu a entender que o problema em torno da escassez de componentes persistirá ao longo de 2022 e que após a venda do stock disponível para os primeiros meses do próximo ano, será ainda mais difícil colocar stock nas lojas.

Furukawa diz mesmo que o fornecimento poderá estagnar após o início de 2022 devido à escassez global de semicondutores, algo que terá um forte impacto na logística da companhia, especialmente porque a meta de 24 milhões de consolas Switch vendidas no atual ano fiscal poderá não ser alcançada.

O presidente da Nintendo disse ainda que apesar das vendas altamente positivas no final de 2021, a companhia não conseguiu satisfazer por completo a procura pela Nintendo Switch durante a Black Friday.

Recentemente, o CEO da Intel avisou que a escassez de componentes se faria sentir até 2023 e agora temos o presidente da Nintendo a avisar que o stock da Switch poderá estagnar após os primeiros meses de 2022.

Salta para os comentários (10)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Rainbow Six Extraction estreia no Game Pass

Ubisoft+ a caminho das consolas Xbox.

PlayStation Store - Tudo sobre a 2ª vaga das Promoções de Janeiro

Returnal, The Last of Us e Demon's Souls são alguns dos jogos com desconto.

Ilustrador da Marvel Studios mostra Tom Holland com o fato simbionte

Uma ideia do que poderá surgir na nova trilogia.

Comentários (10)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários