Morreu Kentaro Miura, o criador da manga Berserk

Tinha 54 anos.

Hoje é um dia extremamente triste para os fãs de manga, anime e de cultura japonesa no geral. Morreu Kentaro Miura, o criador de Berserk, uma das mangas mais vendidas de todos os tempos.

O Twitter oficial de Berserk confirmou o falecimento de Kentaro Miura hoje, embora a sua morte já tenha ocorrido a 6 de Maio de 2021. O motivo da morte foi uma dissecação aguda da aorta. Kentaro Miura tinha 54 anos.

O autor de manga nasceu em Chiba a 11 de Julho de 1966. Com apenas 10 anos, fez a sua primeira manga, chamada Miuranger, e foi colocada a circular numa publicação da sua escola. Surpreendentemente, teve 40 volumes.

Ao longo da sua carreira, Miura foi o autor de várias outras mangas como King of Wolves, Ourou Den e mais recentemente Duranki, mas a sua obra mais conhecida e popular é de longe Berserk, que durou desde 1989 até 2021.

Neste período, e contabilizando cópias digitais, foram vendidas mais de 50 milhões de cópias. Fora isto, a manga foi adaptada várias vezes para séries e filmes animados.

Infelizmente para os fãs de Berserk, a manga não foi terminada. A publicação de novos capítulos era bastante irregular, mas Kentaro Miura continuou a trabalhar na manga desde 1989.

kentaro_miura_morreu_berserk
Kentaro Miura, o criador de Berserk.
berserk_manga
Guts, o protagonista de Berserk.

Salta para os comentários (22)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Jogos PS4 e PS5 com descontos na Worten

Ghost of Tsushima, Demon's Souls, Returnal, Spider-Man e mais.

Netflix quer produzir filmes mais relevantes

Quer reforçar aposta na qualidade.

PSG aposta em Arena of Valor

Começará por equipa eSports na Tailândia.

Comentários (22)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários