Sony acredita que a escassez da PS5 continuará em 2021

Não conseguirá produzir suficientes para satisfazer a procura.

A Sony não acredita que consiga satisfazer em pleno a procura pela PlayStation 5, mesmo que a situação em torno dos componentes melhore e consiga fabricar mais unidades.

Segundo avançado pelo Bloomberg, Hiroki Totoki, CFO da Sony Group., disse aos analistas que a companhia não acredita conseguir acompanhar a elevada procura, mesmo que a produção e distribuição melhore.

"Penso que a procura não vai acalmar este ano e mesmo que consigamos muitos mais dispositivos e sejam produzidas mais unidades da PlayStation 5 no próximo ano, o nosso fornecimento não seria capaz de acompanhar a procura."

Totoki já tinha dito que não são esperadas melhorias para o fabrico, distribuição e consequentemente stock da PS5 nas lojas em 2021, o que está a forçar a Sony a procurar alternativas aos componentes e até ao design da consola.

O objetivo continua a ser vender mais do que a PS4 conseguiu, no mesmo espaço de tempo respetivo ao lançamento de cada consola, mas não acreditam que serão capazes de aumentar de forma significativa o fornecimento e stock.

O objetivo são mais de 14.8 milhões de consolas vendidas até 31 de Março de 2022, o que permitiria à PS5 vender mais do que a PS4, mas a Sony prefere manter-se cautelosa devido ao stock.

Salta para os comentários (30)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (30)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários