Director de The Witcher 3 abandona CD Projekt RED após acusações de bullying

Mas afirma estar inocente.

Konrad Tomaszkiewicz, director de The Witcher 3, está oficialmente de saída da CD Projekt RED.

A saída deste importante membro da equipa decorre após acusações de bullying no local de trabalho - e uma consequente investigação interna. A investigação durava há meses e concluiu que estava inocente, segundo um email obtido pelo Bloomberg.

Ainda assim, Tomaszkiewicz optou na mesma por abandonar o estúdio, explicando que "muitas pessoas estão a sentir medo, stress ou desconforto quando estão a trabalhar comigo". No email pede desculpa aos colegas por "toda a animosidade que causei".

Este é mais um capítulo negativo na turbulenta história da CD Projekt RED que começou em Dezembro com o lançamento de Cyberpunk 2077. O jogo ficou aquém das expectativas e foi lançado num estado inaceitável, gerando atrito entre a equipa e os seus líderes.

Konrad_Tomaszkiewicz_The_Witcher_3_CD_Projekt

Salta para os comentários (10)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Dr. Dre está a trabalhar em músicas para novo Grand Theft Auto

Música do car**** disse Snoop Dogg numa entrevista.

Call of Duty: Vanguard ocupará mais de 60GB na PS5 e Xbox Series

Mas exigirá perto de 90GB para a instalação, nas consolas PlayStation.

Descoberta imagem do Super Smash Warner Bros.

Poderá ser um jogo gratuito, apoiado por micro-transações.

Comentários (10)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários