"Não peças sequelas se não apoias os jogos no lançamento," diz diretor criativo de Days Gone.

Explica que deixou a indústria devido à sua saúde.

John Garvin, diretor criativo e escritor em Days Gone, esteve à conversa com David Jaffe e falou sobre a situação em torno de Days Gone 2, deixando algumas palavras que prometem dar que falar.

Garvin já não trabalha na Sony Bend Studios, revela que após 6 anos a desenvolver Days Gone e com muito crunch à mistura, decidiu focar-se na sua saúde e sair da indústria, mas falou sobre a situação e o que acredita ser a melhor forma de demonstrar que queres uma sequela, comprar um jogo no lançamento.

Questionado se ouviu alguma coisa sobre um possível aumento de popularidade em Days Gone desde que foi adicionado à PlayStation Plus Collection, Garvin deu uma resposta polémica.

"Tenho uma opinião sobre algo que a tua audiência pode achar interessante e poderá irritar alguns. Se adoras um jogo, compra-o ao car***o do preço completo. Nem te sei dizer quantas vezes já ouvi gamers a dizer 'sim, comprei-o numa promoção, através do PS Plus, seja o que for," disse Garvin.

Questionado que para gostar de um jogo é preciso jogá-lo primeiro, Garvin entende isso, mas simplesmente pede para não chorarem por sequelas se não estiveram dispostos a apoiar o lançamento.

"Só estou a dizer, não consegues, mas não te queixes que um jogo não tem sequela se não foi apoiado no lançamento. God of War vendeu não sei quantos milhões no lançamento é, sabes, Days Gone não. Falo por, individualmente, não trabalho na Sony, não sei os números".

"Penso que o aumento da interação com o jogo não é tão importante quanto o, compraste o jogo a preço completo? Se o fizeste, então isso é apoiar diretamente os criadores."

Garvin admitiu ainda que devido à sua personalidade e incapacidade para aturar grande grupos de trabalhadores o ajudou a ser afastado da Sony Bend Studio pois a sua forma de estar contrastaria com as ambições de crescer e trabalhar em projetos mais ambiciosos.

Salta para os comentários (184)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (184)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários