Remedy teve o seu melhor ano de sempre, mesmo sem lançar novos jogos

Control.

Mesmo sem lançar novos jogos, a Remedy Entertainment alcançou o seu melhor ano de sempre, no departamento financeiro.

As receitas subiram 30% para um valor total de 41.1 milhões de euros e a companhia finlandesa registou um aumento de 35% nas suas receitas entre Julho e Dezembro de 2020, período responsável por 24.1 milhões das receitas totais.

O contínuo sucesso de Control, as suas expansões e o lançamento da Utimate Edition em novas plataformas, sem esquecer o lançamento das versões Nintendo Switch, Steam e Xbox Game Pass ajudaram o jogo a vender mais unidades a longo prazo e a gerar mais dinheiro.

Até ao final de 2020, foram vendidas mais de 2 milhões de unidades de Control e a Remedy diz que Novembro de 2020 foi o melhor mês em termos de unidades vendidas para o seu mais recente lançamento.

Tero Virtala, CEO da Remedy, comentou que o sucesso de Control prova que "bons jogos têm ciclos de vinda longos" e diz ainda que "enquanto continuamos a apoiar e levar Control mais além, a sua equipa de desenvolvimento está a mudar gradualmente para o trabalho num novo jogo Remedy."

A companhia está a colaborar com a Smilegate no singleplayer de Crossfire para PC e Xbox, enquanto desenvolve Vanguard, um jogo cooperativo que contará com as principais forças da Remedy usadas nos seus jogos singleplayer.

Além disso, a Remedy trabalha num projeto AAA e outro mais pequeno, para consolas e PC, com a Epic Games.

Virtalla diz que as propriedades são da Remedy e assim vão permanece, apesar da Epic financiar o desenvolvimento e apoiar o marketing. A Epic Games receberá as receitas da venda para recuperar o dinheiro investido e após isso, vão dividir os lucros entre as duas.

Salta para os comentários (31)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (31)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários